Metodologia do Trabalho Cientfico 06 Edgard Cornachione Silvia

  • Slides: 27
Download presentation
Metodologia do Trabalho Científico #06 Edgard Cornachione Silvia Casa Nova Nálbia A. Santos 1

Metodologia do Trabalho Científico #06 Edgard Cornachione Silvia Casa Nova Nálbia A. Santos 1

But first… Tarefas: - Leitura prévia [Cap. 4 Sampieri et al (2006)] Atividade (postar

But first… Tarefas: - Leitura prévia [Cap. 4 Sampieri et al (2006)] Atividade (postar no Moodle): - Reação a Palestra 2

But first… Atividade, reações • Reações a Palestra - Ganho de tempo - Dicas:

But first… Atividade, reações • Reações a Palestra - Ganho de tempo - Dicas: Arquivo organizado com as referências; sistema de auxílio para montar referências (MORE). - Evitar qualquer hipótese de plágio. - Harmonizar o registro da construção do conhecimento (respeito aos direitos autorais e a documentação, de forma padronizada, das fontes consultadas). - Auxiliar trabalhos de futuros pesquisadores. - Base para comparações, dá maior utilidade ao trabalho científico. Torna possível, tentar reproduzir um experimento e compará-lo aos novos resultados. - Consumo de informações de novas fontes: facilita a leitura dinâmica de artigos, para busca de fonte ou comparação diferentes abordagens de um tema. - São importantes para que o foco do TCC seja no conteúdo da pesquisa. Forma/Essência. - Sugestão: de mudança de formato; exemplos de trabalhos inadequados e adequados; reservar 5 minutos ao final da aula para falar sobre norma ou dicas sobre forma; temas mais variados; maior foco em artigos. - Quantidade de Informação x Tempo. Aquisição de nova linguagem - Harmonizar globalmente estas normas ou acordo internacional 3

Temas • • • • Introdução (curso, temas, projetos) Conhecimento científico & sociedade Fontes

Temas • • • • Introdução (curso, temas, projetos) Conhecimento científico & sociedade Fontes e bases de pesquisa Processo de pesquisa Idéias, questão de pesquisa e problema Elementos formais do trabalho científico Pesquisa bibliográfica Coleta de dados (Questionário) Coleta de dados (Entrevista/Focus groups) Pesquisa Quantitativa Pesquisa Contábil Relato de Pesquisa Qualitativa 4

Warming up. . . ? ? ? ? 5

Warming up. . . ? ? ? ? 5

Marco Teórico!? • Brainstorming O que é Teoria? 6

Marco Teórico!? • Brainstorming O que é Teoria? 6

The best: Marco Teórico § Fundamental em qualquer estudo. § Será a base para

The best: Marco Teórico § Fundamental em qualquer estudo. § Será a base para as deduções e fontes das hipóteses em estudos quantitativos. § Necessário nas pesquisas qualitativas, mas seu papel é diferente, visto que pode surgir: § após uma imersão no campo de investigação (processo indutivo); § paralelamente ao processo de pesquisa; § como último passo do processo de investigação. 7

Síntese O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico Etapas Revisão da

Síntese O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico Etapas Revisão da Literatura Adoção de uma TEORIA 8

O que é? • O próximo passo para fundamentar teoricamente o estudo após determinar

O que é? • O próximo passo para fundamentar teoricamente o estudo após determinar o problema de pesquisa (i. e. quando se definem os objetivos e questões de pesquisa, bem como avalia -se sua viabilidade e relevância) é o que alguns autores chamam de fase de desenvolvimento do quadro teórico. • É um compêndio escrito de artigos, livros e outros documentos que descrevem o estado passado e atual do conhecimento sobre o problema que está sendo estudado. O marco teórico ajuda a documentar como a pesquisa acrescenta valor à literatura existente. • O marco dá sustentação teórica para o tema de pesquisa. Consiste em analisar e expor as teorias, enfoques, pesquisas e antecedentes que se considerem válidos para um correto enquadramento do estudo. 9

Funções do Marco Teórico O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico

Funções do Marco Teórico O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico • Ajudar a prevenir erros. • Orientar o estudo. • Ampliar o horizonte. • Inspirar novos estudos. • Auxiliar no estabelecimento de hipóteses. • Fornecer um marco de referência. Etapas Revisão da Literatura Adoção de uma TEORIA 10

Etapas do Marco Teórico O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico

Etapas do Marco Teórico O que é Marco Teórico? Funções Elaboração do Marco Teórico Deve ser seletiva • Ajudar a prevenir erros. • Orientar o estudo. • Ampliar o horizonte. • Inspirar novos estudos. • Auxiliar no estabelecimento de hipóteses. • Fornecer um marco de referência. Etapas Revisão da Literatura Fontes são: - Primárias (diretas) - Secundárias -Terciárias Adoção de uma TEORIA O desenvolvimentode uma perspectiva teórica o de referência. FASES 11

Etapas do Marco Teórico 1. Revisão de literatura. 2. Adoção de uma teoria ou

Etapas do Marco Teórico 1. Revisão de literatura. 2. Adoção de uma teoria ou desenvolvimento de uma perspectiva teórica ou de referência. • A revisão de literatura consiste em identificar, obter e consultar a bibliografia e outros materiais que sejam úteis para os objetivos do estudo, do qual se deve extrair e recompilar a informação relevante e necessária sobre o problema de pesquisa. 12

Marco Teórico: O que devemos buscar? TEORIAS Proposições ou hipóteses Casos Exemplos Definições Dados

Marco Teórico: O que devemos buscar? TEORIAS Proposições ou hipóteses Casos Exemplos Definições Dados Instrumentos Métodos 13

Marco Teórico: Onde buscarmos? Pesquisas e estudos específicos sobre o tema Fóruns Ensaios, livros

Marco Teórico: Onde buscarmos? Pesquisas e estudos específicos sobre o tema Fóruns Ensaios, livros e documentos a respeito do tema RECENTES CLÁSSICOS Depoimentos de especialistas (Particular e geral, porém de instituções) PASSADOS 14

Tipos de Fontes do Marco Teórico Classificação dos três tipos básicos de fontes de

Tipos de Fontes do Marco Teórico Classificação dos três tipos básicos de fontes de informação: • – – – Fontes primárias (diretas): Constituem as informações de “primeira mão” e é objetivo da pesquisa bibliográfica ou revisão de literatura. Exemplos: livros, antologias, artigos de periódicos, monografias, teses e dissertações, documentos oficiais, etc. Fontes secundárias: São compilações, resumos e listas de referência publicadas nas fontes primárias. Fontes terciárias: Documentos que reúnem informação de fontes secundárias (títulos de periódicos, nomes de eventos especializados, empresas, associações, institutos de pesquisas, relatórios governamentais etc. ). São úteis para detectar fontes não documentais como organizações, associações ou institutos, órgãos de governo que realizem pesquisas). 15

Processo para Elaborar o Marco Teórico Detectar a BIBLIOGRAFIA ADEQUADA. Obter e consultar a

Processo para Elaborar o Marco Teórico Detectar a BIBLIOGRAFIA ADEQUADA. Obter e consultar a bibliografia adequada. Desenvolvimento do MARCO TEÓRICO. Extração e compilação da informação de interesse da literatura Análise da perspectiva ou panorama e organização da informação. 16

Marco Teórico pode revelar: • Teoria já completamente desenvolvida, com evidência empírica • Várias

Marco Teórico pode revelar: • Teoria já completamente desenvolvida, com evidência empírica • Várias teorias desenvolvidas sobre o assunto. • Partes de teoria com base empírica • Instruções ainda não estudadas ou idéias vagamente relacionadas 17

Dicas para organização do Marco Teórico • Teoria • Hipóteses • Modelo • Data

Dicas para organização do Marco Teórico • Teoria • Hipóteses • Modelo • Data de publicação (Cronológico) • Propostas 18

O que é Teoria? A definição científica é: Toda a investigação requer uma definição

O que é Teoria? A definição científica é: Toda a investigação requer uma definição científica para explicar as situações em que um fenômeno ocorre e quais fatores influenciam a jogar o mesmo rigor do conhecimento científico. O termo "teoria" tem sido usado de diferentes maneiras para indicar problemas diferentes. Segundo Kerlinger (2002, p. 10): “uma teoria é um conjunto de conceitos (constructos), definições e proposições relacionadas entre si, que apresentam uma visão sistemática de fenômenos especificando relações entre variáveis, com o objetivo de explicar e prever os fenômenos”. 19

O que é Teoria? Assim, uma teoria descreve, explica e prevê fenômenos da realidade,

O que é Teoria? Assim, uma teoria descreve, explica e prevê fenômenos da realidade, além disso sistematiza e aumenta o conhecimento sobre o fenômeno. Pode ser acompanhada de: – Modelos gráficos. – Variáveis. – Fatores. 20

Funções da Teoria? • As teorias são desenvolvidas para: • EXPLICAR – Dizer o

Funções da Teoria? • As teorias são desenvolvidas para: • EXPLICAR – Dizer o porquê – Como ocorre um fenômeno. – Quando • SISTEMATIZAR: – ou dar ordens para o conhecimento de um fenômeno ou uma realidade. • PREVISÃO: – fazer inferências sobre como manifestará ou ocorrerá o fenômeno dadas certas condições. 21

Uso da Teoria conforme os enfoques • O uso da teoria deve ser coerente

Uso da Teoria conforme os enfoques • O uso da teoria deve ser coerente com a abordagem escolhida para a investigação de (Grinnell, 1997). • Os pesquisadores utilizam na teoria os enfoques: – Quantitativos: desde do início do estudo buscam uma teoria disponível para se fundamentarem. – Qualitativo: concentram-se seu estudo sobre a situação, o trabalho de campo e as pessoas nele envolvidas. 22

Critérios comuns para avaliar uma Teoria? 1. Capacidade de descrição, explicação e predição. Deve

Critérios comuns para avaliar uma Teoria? 1. Capacidade de descrição, explicação e predição. Deve ser capaz de definir o fenômeno, suas características, componentes e condições. Deve aumentar a compreensão das causas do fenômeno através de evidências empíricas. Deve ser possível prever, pelo menos parcialmente, a manifestação futura do fenômeno. 2. Consistência lógica As proposições que compõem a teoria devem ser inter-relacionadas, mutuamente excludentes e não cair em contradições. 3. Perspectiva Refere-se ao nível de generalização. 4. Frutificação (heurística) É a capacidade de uma teoria para gerar novas questões e descobertas (Inovação-Inventar). 5. Parcimônia Simples, fácil. 23

Teoria x Processo de pesquisa • Em conclusão, a teoria deve satisfazer a investigação

Teoria x Processo de pesquisa • Em conclusão, a teoria deve satisfazer a investigação dos fatores, origens, história e conseqüências envolvidas no assunto sob investigação. • Sistematizar o conhecimento, ou seja, organizar as idéias antes de pronunciá-las e emitir uma previsão ou prognósticos do que poderá acontecer no futuro. • A teoria pode ser ou não, dependendo do contexto em que se aplica, também levando em conta a evidência empírica, que é o conhecimento prévio e experiência, que está disponível no problema de pesquisa. 24

Em resumo O que é Marco Teórico? • Ajudar a prevenir erros. • Orientar

Em resumo O que é Marco Teórico? • Ajudar a prevenir erros. • Orientar o estudo. • Ampliar o horizonte. • Inspirar novos estudos. • Auxiliar no estabelecimento de das hipóteses. • Fornecer um marco de referência. es õ Funç Elaboração do Marco Teórico Etapas Revisão da Literatura Deve ser seletiva Fontes são: - Primárias (diretas) - Secundárias -Terciárias Fases: - Revisão - Detecção - Pesquisa - Extração e recompilação - Construção do marco teórico Funções Adoção de uma TEORIA Características • Explicar o fenômeno • Predizer o fenômeno • Sistematizar o conheciment o. • Capacidade de descrição, explicação e predição. • Consistência lógica • Perspectivas • Inovação • Simplicidade 25

Próxima Aula Tarefas: Leitura prévia (próxima aula 17 -24/out Cap. 9) Atividade (no Moodle):

Próxima Aula Tarefas: Leitura prévia (próxima aula 17 -24/out Cap. 9) Atividade (no Moodle): - Formulário 1 (acessar, completar, imprimir e entregar na próxima [email protected]/out) 26

Referências Bibliografía • SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Hernández; LUCIO, Pilar Baptista. Metodologia de

Referências Bibliografía • SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Hernández; LUCIO, Pilar Baptista. Metodologia de Pesquisa. Tradução Fátima Conceição Murad, Melissa Kassner, Sheila Clara Dystyler, 3 ed. São Paulo: Mc. Graw-Hill, 2006. • Slide de Tutoría a cargo de: Anny Acosta et al. Marco Teórico. Disponível em: <http: //www. slideshare. net/suanyelizabeth/prese ntacion-marco-terico> Acesso em: 10/09/09 27 27