SEMINRIO DEFESA DO BRASIL E DO PARAN Desenvolvimento

  • Slides: 40
Download presentation
SEMINÁRIO DEFESA DO BRASIL E DO PARANÁ Desenvolvimento do Paraná Celso Romero Kloss -

SEMINÁRIO DEFESA DO BRASIL E DO PARANÁ Desenvolvimento do Paraná Celso Romero Kloss - UNILIVRE Assembleia Legislativa do Paraná 27. novembro. 2019 1

Setores Portadores de Futuro para o Estado do Paraná 2025 Segmentos de economia não

Setores Portadores de Futuro para o Estado do Paraná 2025 Segmentos de economia não tradicionais e propulsores de novos modelos e dinâmicas de desenvolvimento Prosperam a partir de descobertas científicas, inovações tecnológicas, transformações sociais e da biosfera Setores de impacto regional Impactam transversalmente os demais conjuntos de atividades econômicas Imprescindíveis para a competitividade e sustentabilidade Setores pilares do desenvolvimento Volume de vendas, empregos, estabelecimentos, faturamento

Setores Portadores de Futuro para o Estado do Paraná 2015 -2025 Economia Circular

Setores Portadores de Futuro para o Estado do Paraná 2015 -2025 Economia Circular

DEFINIÇÃO DE VISÃO FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO AÇÕES CURTO MÉDIO LONGO TECNOLOGIAS -CHAVE

DEFINIÇÃO DE VISÃO FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO AÇÕES CURTO MÉDIO LONGO TECNOLOGIAS -CHAVE

ECONOMIA CIRCULAR 2031 CONCEITO A Economia Circular é uma estratégia sustentável, regenerativa e restaurativa,

ECONOMIA CIRCULAR 2031 CONCEITO A Economia Circular é uma estratégia sustentável, regenerativa e restaurativa, cujo propósito é manter produtos, componentes e materiais em seu mais alto nível de utilidade e valor

ECONOMIA CIRCULAR 2031 CONCEITO _Incentiva a transformação de bens em recursos para outros processos

ECONOMIA CIRCULAR 2031 CONCEITO _Incentiva a transformação de bens em recursos para outros processos produtivos, fechando ciclos em sistemas industriais _Busca evitar o desperdício e a perda de valor _Pretende acabar com ineficiências do processo produtivo por meio: _da gestão eficiente dos recursos naturais _da minimização ou erradicação de resíduos _do prolongando a vida útil e o valor dos produtos _Não enxerga as matérias primas como custos _Prevê a preservação de matérias primas que, depois de utilizadas, são reinseridas continua e indefinidamente no processo produtivo

ECONOMIA CIRCULAR 2031 PRINCÍPIOS de valor do capital 01 Preservação natural Implica em manter

ECONOMIA CIRCULAR 2031 PRINCÍPIOS de valor do capital 01 Preservação natural Implica em manter o maior valor possível dos insumos nos processos de produção (retroalimentação produtiva) 02 Otimização da produção de recursos Resulta no uso limitado, eficiente e reduzido de recursos primários, combinado com coleta de resíduos, reciclagem de recursos, recuperação de energia e uso de fontes de energia renováveis 03 Fomento da eficácia do sistema Exige a minimização de externalidades negativas durante o ciclo de produção e consumo (por exemplo, uso da terra, poluição do ar, água e ruído, mudanças climáticas)

POTENCIAL ECONOMIA CIRCULAR 2031 Apesar da crescente conscientização a esse respeito e da alternativa

POTENCIAL ECONOMIA CIRCULAR 2031 Apesar da crescente conscientização a esse respeito e da alternativa representada pela Economia Circular, apenas 9, 1% da economia mundial é enquadrada como tal Essa pequena porção significa que há grande potencial de substituição das atividades atuais por outras adaptadas à lógica da circularidade

POTENCIAL Criar mais empregos Melhorar a competitividade da economia Promover novos produtos e modelos

POTENCIAL Criar mais empregos Melhorar a competitividade da economia Promover novos produtos e modelos de negócios Diminuir impactos ambientais Conservar o capital natural

ECONOMIA CIRCULAR 2031 Comparação entre cenários em desenvolvimento Fonte: Ellen Macarthur Foudation

ECONOMIA CIRCULAR 2031 Comparação entre cenários em desenvolvimento Fonte: Ellen Macarthur Foudation

DEFINIÇÃO DE VISÃO FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO AÇÕES CURTO MÉDIO LONGO

DEFINIÇÃO DE VISÃO FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO AÇÕES CURTO MÉDIO LONGO

ECONOMIA CIRCULAR 2031 Visão de futuro

ECONOMIA CIRCULAR 2031 Visão de futuro

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = ARTICULAÇÃO AÇÕES • CONSTITUIR C MARA TEMÁTICA DE ECONOMIA

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = ARTICULAÇÃO AÇÕES • CONSTITUIR C MARA TEMÁTICA DE ECONOMIA CIRCULAR NO SISTEMA FIEP • • CRIAR CANAL DE COMUNICAÇÃO DIRETO ENTRE DIFERENTES STAKEHOLDERS ESTABELECER CRITÉRIOS DE CIRCULARIDADE PARA APROVAÇAO DE NEGÓCIOS REATIVAR BOLSA INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS INSTALAR ESCRITÓRIO VIRTUAL DE ACONSELHAMENTO TÉCNICO E JURÍDICO PARA ATIVIDADES CIRCULARES • COSTITUIR FÓRUM INTERINSTITUCIONAL DE ECONOMIA CIRCULAR • ESTABELECER PACTO ESTADUAL PELA ECONOMIA CIRCULAR • ESTABELECER COMISSÃO PARLAMENTAR DE ECONOMIA CIRCULAR NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = CAPITAL INTELECTUAL Engloba o conjunto de conhecimentos e informações

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = CAPITAL INTELECTUAL Engloba o conjunto de conhecimentos e informações inerentes à economia circular AÇÕES • CRIAR CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS EM ECONOMIA CIRCULAR • IMPLEMENTAR PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO CONTINUADA EM ECONOMIA CIRCULAR • INSTITUIR PROGRAMAS DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO CONTINUADA EM ECONOMIA CIRCULAR PARA PEQUENOS EMPRESÁRIOS • DESENVOLVER CONTEUDOS FORMATIVOS PARA EDUCADORES, GESTORES E INFLUENCIADORES DIGITAIS • CONCEBER PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO ORIENTADO À GESTÃO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL • MAPEAR INICIATIVAS E PROJETOS CIRCULARES EXISTENTES EM MBITO ESTADUAL • PRODUZIR MAPEAMENTOS DE RESÍDUOS COM POTENCIAL UTILIZAÇÃO NA INDÚSTRIA • MAPEAR PROCESSOS INDUSTRIAIS CIRCULARES

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = MERCADO AÇÕES • CRIAR SELO DE CERTIFICAÇÃO CIRCULAR •

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = MERCADO AÇÕES • CRIAR SELO DE CERTIFICAÇÃO CIRCULAR • IMPLEMENTAR PROGRAMA DE INCUBAÇÃO E ACELERAÇÃO PARA START UPS EM ECONOMIA CIRCULAR • CONSTITUIR CANAIS DE E-COMMERCE CIRCULAR • REALIZAR CAMPANHAS DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE ECONOMIA CIRCULAR • CRIAR ESTRUTURAS DE COWORKING PRODUTIVO PARA DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS, PROCESSOS E SERVIÇOS • CRIAR SISTEMA INTEGRADO DE MONITORAMENTO E NEGOCIAÇÃO DE RESÍDUOS, MATERIAIS E COMPONENTES • CRIAR PROJETO-PILOTO DE SIMBIOSE INDUSTRIAL EM MUNICÍPIOS PARANAENSES DE MÉDIO PORTE • CRIAR OPERAÇÕES REGIONAIS PARA RECICLAGEM • INSTITUIR PROGRAMA DE MINERAÇÃO URBANA PARA RECOLHIMENTO PÓS CONSUMO DE PRODUTOS ELETROELETRÔNICOS

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = P&D&I E TECNOLOGIA AÇÕES • CRIAR FEIRA DE NEGÓCIOS

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = P&D&I E TECNOLOGIA AÇÕES • CRIAR FEIRA DE NEGÓCIOS E TECNOLOGIAS CIRCULARES • REALIZAR HACKATONS ORIENTADOS À PRODUÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS CIRCULARES • ELABORAR ESTRATÉGIA ESTADUAL DE C&T&I EM ECONOMIA CIRCULAR • FORMAR GRUPOS DE PESQUISA VOLTADOS AO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS CIRCULARES • CRIAR PLATAFORMA SOBRE AÇÕES DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO CIRCULARES

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = POLÍTICA DE ESTADO AÇÕES • CRIAR INCENTIVOS FISCAIS PARA

ECONOMIA CIRCULAR FATOR CRITICO = POLÍTICA DE ESTADO AÇÕES • CRIAR INCENTIVOS FISCAIS PARA CONCEPÇÃO E ADOÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS DE RECICLAGEM • ESTABELECER INCENTIVOS FISCAIS PARA CRIAÇÃO DE EMPRESAS DE RECICLAGEM, TRATAMENTO DE RESÍDUOS E EFLUENTES • INSTITUIR INCENTIVOS FISCAIS PARA INICIATIVAS DE COMPARTILHAMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS • CONCEBER INCENTIVOS FISCAIS PARA REUSO DE ÁGUAS RESIDUAIS • CRIAR INCENTIVOS FISCAIS PARA START UPS CIRCULARES • INSTAURAR INCENTIVOS FISCAIS PARA UTILIZAÇÃO DE AGREGADOS RECICLÁVEIS NA CONSTRUÇÃO CIVIL • CRIAR LINHAS DE FOMENTO PARA AAQUISIÇÃO DEEQUIPAMENTOS, INSUMOS E TECNOLOGIAS CIRCULARES • REDUZIR IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO SOBRE EQUIPAMENTOS CIRCULARES

ENERGIA 2031

ENERGIA 2031

VISÃO 1 Visão 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS

VISÃO 1 Visão 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Articulação

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Articulação e Representatividade Cadeia Produtiva Política de Estado PD&I Recursos Humanos AÇÕES E INDICADORES DE MONITORAMENTO 100 Ações

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS Tecnologias-chave

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM PLANEJAMENTO SISTÊMICO DE ASSUNTOS ENERGÉTICOS Tecnologias-chave

VISÃO 2 Visão 2 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUIDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

VISÃO 2 Visão 2 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUIDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Ecossistema

VISÃO 1 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Ecossistema de Energias Renováveis Infraestrutura Política de Estado PD&I, Tecnologia e Recursos Humanos AÇÕES E INDICADORES DE MONITORAMENTO 95 Ações

VISÃO 2 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Tecnologias-chave

VISÃO 2 REFERÊNCIA EM GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Tecnologias-chave

VISÃO 3 Visão 3 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE

VISÃO 3 Visão 3 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE

VISÃO 1 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Educação, Cultura

VISÃO 1 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Educação, Cultura e Informação Política de Estado Articulação e Representatividade PD&I e Tecnologia AÇÕES E INDICADORES DE MONITORAMENTO 92 Ações

VISÃO 3 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE Tecnologias-chave

VISÃO 3 MODELO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPETITIVIDADE Tecnologias-chave

VISÃO 4 Visão 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A

VISÃO 4 Visão 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DA BIOMASSA

VISÃO 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DA

VISÃO 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DA BIOMASSA FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Política de Estado Viabilidade Econômica, Financeira e Mercadológica Educação e Cultura PD&I Tecnologia AÇÕES E INDICADORES DE MONITORAMENTO 83 Ações

VISÃO 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DA

VISÃO 4 PROVEDOR DE SOLUÇÕES EM GERAÇÃO E COGERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DA BIOMASSA Tecnologias-chave

VISÃO 5 Visão 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

VISÃO 5 Visão 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

VISÃO 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Cadeia Produtiva Infraestrutura

VISÃO 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Cadeia Produtiva Infraestrutura e Logística Política de Estado PD&I e Recursos Humanos AÇÕES E INDICADORES DE MONITORAMENTO 83 Ações

VISÃO 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Tecnologias-chave

VISÃO 5 ENERGIA PARA A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Tecnologias-chave

Electron Mobility Challenge 2020 -2024 Programação , Desenvolvimento e Execução UNILIVRE & FPr. A

Electron Mobility Challenge 2020 -2024 Programação , Desenvolvimento e Execução UNILIVRE & FPr. A

Electron Mobility Challenge objetivo 01 Seminário Eletromobilidade & Sustentabilidade 02 Exposições de produtos do

Electron Mobility Challenge objetivo 01 Seminário Eletromobilidade & Sustentabilidade 02 Exposições de produtos do setor elétrico 03 04 38 Feira Expo Eletric Automotive Car Rally-e § Promover o entendimento sobre o mobilidade urbana sustentável no Brasil e a visibilidade dos produtos do setor elétrico e eletromotivo. § Com uma programação que possibilita o envolvimento de diversas áreas do setor elétrico § Com os mais variados formatos de atividades que culminarão num grande e impactante cenário para atração de diferentes públicos

05 edições em 05 regiões Uma programação anual de 2020 a 2024, em diversas

05 edições em 05 regiões Uma programação anual de 2020 a 2024, em diversas regiões do estado do Paraná ◉ ◉ ◉ 2020 2021 2022 2023 2024 Edição Mata Atlântica Integração Campos Gerais Ouro Verde Fronteira Oeste Seminário Curitiba Foz do Iguaçu Ponta Grossa Mata Atlântica - Curitiba / Paranaguá / Curitiba Integração - Curitiba / Guarapuava /Foz do Iguaçu Exposição Campos Gerais - Curitiba/Ponta Grossa/Telêmaco Borba Ouro Verde - Londrina / Maringá/Campo Mourão Feiras Cataratas – Cascavel /Medianeira/Foz do Iguaçu Rally-e Londrina Cascavel Praça Shopping Catuay Paladium PARQUE SJP Munchen AUTO NEY Agro Show LITORAL Fest DROMO BRAGA BR PR 410 BR 376/369 BR 277 PR 317 FIEP PTI ITAIPU Local dos eventos futuros a serem definido e Roteiro das regiões sujeito a alterações 39

OBRIGADO Celso R. Kloss KLOSS@UNILIVRE. ORG. BR WWW. UNILIVRE. ORG. BR 40

OBRIGADO Celso R. Kloss [email protected] ORG. BR WWW. UNILIVRE. ORG. BR 40