Federao Esprita Brasileira Estudo Sistematizado da Doutrina Esprita

  • Slides: 9
Download presentation
Federação Espírita Brasileira Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita PROGRAMA FUNDAMENTAL Módulo XII: Lei de

Federação Espírita Brasileira Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita PROGRAMA FUNDAMENTAL Módulo XII: Lei de Sociedade e Lei do Trabalho

ROTEIRO 1 Necessidade Da Vida Social

ROTEIRO 1 Necessidade Da Vida Social

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: • Explicar por que a vida em sociedade favorece o progresso do

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: • Explicar por que a vida em sociedade favorece o progresso do ser humano. • Identificar os principais males surgidos em decorrência do insulamento social.

A VIDA EM SOCIEDADE FAVORECE O PROGRESSO DO HOMEM?

A VIDA EM SOCIEDADE FAVORECE O PROGRESSO DO HOMEM?

 • O homem tem que progredir. Insulado, não lhe é isso possível, por

• O homem tem que progredir. Insulado, não lhe é isso possível, por não dispor de todas as faculdades. Falta-lhe o contato com os outros homens. No insulamento, ele se embrutece e estiola. Allan Kardec: O livro dos espíritos, questão 768. • Homem nenhum possui faculdades completas. Mediante a união social é que elas umas às outras se completam, para lhe assegurarem o bem-estar e o progresso. Por isso é que, precisando uns dos outros, os homens foram feitos para viver em sociedade e não insulados. Allan Kardec: O livro dos espíritos, questão 768 – comentário.

A vida vem de Deus e pertence a Deus, pois a vida é a

A vida vem de Deus e pertence a Deus, pois a vida é a presença de Deus em toda parte. Deus criou a vida de tal forma que tudo nela caminhará dentro da Lei de Evolução. BARCELLOS, Walter. Sexo e evolução. 5. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2002. Cap. 22, p. 277. A vida é uma grande realização de solidariedade humana(. . . ) CASTRO, Almerindo Martins. O martírio dos suicidas. 14 ed. Rio de Janeiro: FEB, 1994, p. 11. A existência terrestre é uma escola, um meio de educação e de aperfeiçoamento pelo trabalho, pelo estudo e pelo sofrimento. DENIS, Léon. Depois da morte. 21. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2002, p. 322

A vida social faz parte da lei natural, uma vez que Deus [. .

A vida social faz parte da lei natural, uma vez que Deus [. . . ] fez o homem para viver em sociedade. Não lhe deu inutilmente a palavra e todas as outras faculdades necessárias à vida de relação. O livro dos espíritos. Questão 766, p. 403. O insulamento é contrário à lei da Natureza, [. . . ] pois que por instinto os homens buscam a sociedade e todos devem concorrer para o progresso, auxiliando-se mutuamente. O livro dos espíritos. Questão 767, p. 403.

CONCLUSÃO: O relacionamento humano equilibrado nos impõe regras de convivência social que devem, necessariamente,

CONCLUSÃO: O relacionamento humano equilibrado nos impõe regras de convivência social que devem, necessariamente, estimular aquisições de valores morais, tendo em vista que o [. . . ] mundo, por mais áspero, representará para o nosso espírito a escola de perfeição, cujos instrumentos corretivos bendiremos, um dia. Os companheiros de jornada que o habitam, conosco, por mais ingratos e impassíveis, são as nossas oportunidades de materialização do bem, recursos de nossa melhoria e de nossa redenção, e que, bem aproveitados por nosso esforço, podem transformar-nos em heróis.

Não há medida para o homem, fora da sociedade em que ele vive. Se

Não há medida para o homem, fora da sociedade em que ele vive. Se é indubitável que somente o nosso trabalho coletivo pode engrandecer ou destruir o organismo social, só o organismo social pode tornar-nos individualmente grandes ou miseráveis. XAVIER, Francisco Cândido. Roteiro. 10. ed. Pelo Espírito Emmanuel. Rio de Janeiro: FEB, 1998. Cap. 39 (Diante da Terra), p. 165.