Fbricas de Software Momentos de Reflexo Thayssa guila

  • Slides: 23
Download presentation
Fábricas de Software Momentos de Reflexão Thayssa Águila da Rocha Carvalho Mestranda em Ciências

Fábricas de Software Momentos de Reflexão Thayssa Águila da Rocha Carvalho Mestranda em Ciências da Computação Área de Pesquisa: Engenharia de Software Assunto da Pesquisa: Fábrica de Software [email protected] ufpe. br Orientador / Co-orientador Alexandre Vasconcelos ([email protected] ufpe. br) Jones Albuquerque ([email protected] ufpe. br)

Conteúdo l l l l l Motivação Fábricas convencionais Relembrando a produção de software

Conteúdo l l l l l Motivação Fábricas convencionais Relembrando a produção de software “Novos” conceitos para a Produção de Software Fábrica de Software? Tipos de Fábrica Propostas de Modelos Momento de reflexão Bibliografia

Motivação o ã ç a a c o z i i r d l

Motivação o ã ç a a c o z i i r d l b rcaia orek Fá s de t e s ep eow d ica s M E l ábr e , m e o d d a t ) r o s o. A. . . M arate. Fr? erm sa ta: F i p o u m q s elqpue adloo p – P e s o n e e p itáevm , [1] P e s e m o o d a r é d d l o b Be lidoava es. P aunec M. m. : . e r d t q e o a e p t um rnaenn d ns wlatareedz em q a (IO o d tu v onsãdoec e r. Ficeam riosi f s o e a Sum m R l deo e cu e t k d é r a o r Er pmoo aeswaod sse b re am e t ferm in s i Ma

Fábricas Convencionais l Situação Inicial - Produção artesanal – – – l Dependia de

Fábricas Convencionais l Situação Inicial - Produção artesanal – – – l Dependia de grandes esforços individuais Qualidade variável Imprevisível Motivações do Meio – – – Necessidade de aumento da produção – população Novas formas de geração de energia Sindicalização das Fábricas

Fábricas Convencionais l Introdução de novos conceitos – – – – Divisão do trabalho

Fábricas Convencionais l Introdução de novos conceitos – – – – Divisão do trabalho Necessidades!!! Fluxos progressivos Intercambialidade dos componentes Padronização dos processos Melhoria dos processos Automação do processo Movimento de qualidade

Relembrando a Produção de Software Anos 60 -70 artesanal, processos proprietários, waterfall Anos 70

Relembrando a Produção de Software Anos 60 -70 artesanal, processos proprietários, waterfall Anos 70 -80 Anos 80 -90 artesanal, processos proprietários, essencial/estruturada Fáb. de Soft. , CMM, essencial estruturada Anos 90 -00 Fáb. de Soft, Outsourcing, PMI, RUP, UML E agora? SPL, XP, OS, . . . ?

“Novos” conceitos para a Produção de Software l l l Fábrica de software =>

“Novos” conceitos para a Produção de Software l l l Fábrica de software => difundido e utilizado Outsourcing => Redução de custos Conceito de SPL => Pesquisas. . . Movimento de QUALIDADE e melhoria contínua Certificações Automação! Necessidade + Oportunidade

Fábrica de Software? l Vem sendo abordada e estudada desde 1960 l “um processo

Fábrica de Software? l Vem sendo abordada e estudada desde 1960 l “um processo fabril constitui-se na produção de produtos em massa, incluindo operações centralizadas de larga escala, tarefas simples e padronizadas, controles padronizados, trabalhadores especializados, mas com poucas habilidades, divisão de trabalho, mecanização e automação do processo”, Cusumano (1989)

Fábrica de Software? Fernandes (2004) apresenta fábricas de software como “Um processo estruturado, controlado

Fábrica de Software? Fernandes (2004) apresenta fábricas de software como “Um processo estruturado, controlado e melhorado de forma contínua, considerando abordagens de engenharia industrial, orientado para o atendimento a múltiplas demandas de natureza e escopo distintas, visando à geração de produtos de software, conforme os requerimentos documentados usuários e/ou clientes, da forma mais produtiva e econômica possível”.

Fábrica de Software? l Palavras chave em operações de Fábrica de Software – –

Fábrica de Software? l Palavras chave em operações de Fábrica de Software – – – – – Produção em larga escala Qualidade Modularização Utilização de ferramentas (automação fabril) Linhas de produção Linhas de produto Reuso sistemático Componentes Controle e gerenciamento

Fábrica de Software? l E continua! – – – – Processo padronizado Capacidade de

Fábrica de Software? l E continua! – – – – Processo padronizado Capacidade de atendimento planejada Plataforma de desenvolvimento automatizada Rigoroso controle de alocação PCP sistematizado Controle de qualidade e metas com controle estatísticos e identificação de defeitos Metas de desempenho Melhoria contínua do processo

Fábrica de Software? l Negócio Rentável? – – Manter demanda contínua fazendo uso do

Fábrica de Software? l Negócio Rentável? – – Manter demanda contínua fazendo uso do máximo possível da capacidade; Automação dos Processos Gestão do Conhecimento Mão de obra qualificada, mas barata

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Controle da

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Controle da Produção l l l – Identificar a Capacidade Instalada Processo para planejamento e controle da produção OS’s padrões para a Fábrica Processos l l l Processos distintos para demandas de natureza diferente Processo Definido e Padrão (métodos, técnicas e ferramentas) Deve controlar de forma contínua os seus processos

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Gerenciamento l

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Gerenciamento l l l – Forte gerenciamento da Interface com o cliente (recebimento demanda e entrega dos produtos) Métodos Padrões de estimativas baseados em históricos Tempos padrões de atendimento de acordo com: tecnologia, tamanho e domínio da demanda. Controle do status das múltiplas demandas e possibilidade de rastreamento da execução de cada demanda Deve possuir mecanismos de apuração, apropriação e controle de custos Deve possuir Absoluto controle sobre os Níveis de Serviço Recursos Humanos l l l Os recursos humanos devem ser controlados e alinhados ao tipo de demanda – natureza e complexidade O controle dos recursos humanos deve ser a nível de alocação, disponibilidade, necessidade futura Os recursos humanos devem estar treinados para as tarefas

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Suporte l

Fábrica de Software? l Será que sou uma fábrica de software? – Suporte l l l Deve possuir processos de atendimento Deve possuir mecanismos que garantam a qualidade do produto Deve possuir mecanismos de medição de atributos da sua operação Ambiente de Hard/Soft da fabrica deve ser estável e estar alinhado à necessidade de seus clientes Possuir biblioteca de itens com os itens de software gerados por todas as demandas

Tipos de Fábrica - Evolução do Modelo de Fernandes

Tipos de Fábrica - Evolução do Modelo de Fernandes

Propostas de Modelos l l l Cada um propõe a sua. . . Requisitos

Propostas de Modelos l l l Cada um propõe a sua. . . Requisitos mínimos x ideal Depende do enfoque

Propostas de Modelos l Proposta Thayssa 2003

Propostas de Modelos l Proposta Thayssa 2003

Propostas de Modelos l l Proposta Open. Gadgets 2004 Modelo Geral

Propostas de Modelos l l Proposta Open. Gadgets 2004 Modelo Geral

Propostas de Modelos l l Proposta Open. Gadgets 2004 Modelo de Produção detalhado

Propostas de Modelos l l Proposta Open. Gadgets 2004 Modelo de Produção detalhado

Propostas de Modelos l Proposta Fernandes

Propostas de Modelos l Proposta Fernandes

Momentos de Reflexão. . . l l l Por que não existe um padrão?

Momentos de Reflexão. . . l l l Por que não existe um padrão? Uma forma de certificar? ? É possível institucionalizar software? ? ? É possível “Fabricar” software? ? Temos Capital Humano pra isso? ? ? . . . ? ? ? ? ?

Bibliografia l l l Fernandes, A. A. "O CMMI no Contexto de Uma Operação

Bibliografia l l l Fernandes, A. A. "O CMMI no Contexto de Uma Operação de Fábrica de Software". Disponível em: http: //www. prizm. com. br/CMMI%20 e%20 F%E 1 brica%20 de%20 Software. pdf, 2005 a Fernandes, A. A. "Afinal, o que é uma Fábrica de Software? ". SPIN São Paulo. Disponível em: http: //www. spinsp. com/fabrica. pdf, 2005 b Fernandes, A. A. e Teixeira, D. d. S. "Fábrica de Software: Implantação e gestão de Operações". São Paulo: Atlas, 2004 Veloso, F. , Botelho, A. J. J. , Tschang Ted et al. "Slicing The Knowledge-Based Economy In Brazil, China And India: A Tale Of Three Software Industries". Massachusetts Institute of Technology. Disponível em: http: //www. softex. br/media/mit_final 2. pdf, 2005 Meira, S. e Albuquerque, J. "IN 953 - Software Engineering: Building Open Source Software Factories". Disponível pela internet em http: //www. cin. ufpe. br/~in 953, 2005 Corrêa, H. L. "Teoria Geral da Administração: abordagem histórica da gestão de produção e operações". São Paulo: Atlas, 2003