Escolhendo o nosso Futuro Vani Moreira Kenski vanisiteeducacional

  • Slides: 18
Download presentation
Escolhendo o nosso Futuro Vani Moreira Kenski vani@siteeducacional. com. br

Escolhendo o nosso Futuro Vani Moreira Kenski [email protected] com. br

Desafios para a EAD e para o Design Instrucional Profa. Dra. Vani Moreira Kenski

Desafios para a EAD e para o Design Instrucional Profa. Dra. Vani Moreira Kenski FEUSP – SITE Educacional [email protected] com. br

Evolução das mídias digitais educativas ÊNFASE NO CONTEUDO ÊNFASE NA COLABORAÇÃO ÊNFASE NA PARTICIPAÇÃO

Evolução das mídias digitais educativas ÊNFASE NO CONTEUDO ÊNFASE NA COLABORAÇÃO ÊNFASE NA PARTICIPAÇÃO

Múltiplas tecnologias interativas Redes - convergência- comunidades Romero Tori/2010. Curso Design Instrucional/SENACSP

Múltiplas tecnologias interativas Redes - convergência- comunidades Romero Tori/2010. Curso Design Instrucional/SENACSP

CULTURA TECNOLÓGICA DIGITAL INTERAÇÃO E COMUNICAÇÃO

CULTURA TECNOLÓGICA DIGITAL INTERAÇÃO E COMUNICAÇÃO

CULTURA DIGITAL 1. Comunicação em uma linguagem digital comum; 2. Comunicação desde o local

CULTURA DIGITAL 1. Comunicação em uma linguagem digital comum; 2. Comunicação desde o local até o global em tempo real e vice-versa; 3. Existência de múltiplas modalidades de comunicação; 4. Interconexão das redes digitais; 5. Comunicação e interação multidirecional; multiálogos (todos com todos); 6. Criação de novos modos de interação utilizando diferenciados processos de comunicação; 7. Constituição gradual da inteligência coletiva, pela ação de um conjunto de cérebros em rede.

Cultura digital na educação – em direção à cultura da participação • Apropriação não

Cultura digital na educação – em direção à cultura da participação • Apropriação não apenas no plano racional; • Necessidade de imersão e vivência em uma nova realidade; • Implica em aprender. . . a conhecer, conviver, fazer, ser e criar! • Bases para criação de processo de formação. O ensino passa a ter como missão transmitir uma cultura que ajude a viver e que favoreça um modo de pensar aberto e livre e não um mero saber. (MORIN, 2001)

O fluxo tecnológico não para. . . DESAFIO: Como adequar a ação pedagógica com

O fluxo tecnológico não para. . . DESAFIO: Como adequar a ação pedagógica com as possibilidades cada vez mais amplas das TICs e as restrições das realidades educacionais brasileiras?

Desafios para a EAD Político Tecnológico Pedagógico Gerenciamento, finanças, Formação Recursos, humanos principalmente Jurídico

Desafios para a EAD Político Tecnológico Pedagógico Gerenciamento, finanças, Formação Recursos, humanos principalmente Jurídico Legal Comuns para instituições de ensino e entidades corporativas.

Desafios da cultura digital à EAD

Desafios da cultura digital à EAD

Práticas tradicionais de ensino mediadas Avanços tecnológicos Retrocesso pedagógico

Práticas tradicionais de ensino mediadas Avanços tecnológicos Retrocesso pedagógico

EAD e suas réplicas da cultura escolar A escola trabalha sob o modelo do

EAD e suas réplicas da cultura escolar A escola trabalha sob o modelo do processo fabril tradicional. O modelo educacional ainda se baseia na ação do professor e “atenção” do aluno. A escola replica um momento social em que o acesso à informação era muito difícil, para poucos. Valores: submissão, passividade, reprodução. Por mais personalizada que seja a aprendizagem formal, ela não escapa da avaliação massiva

Desafios para o DI 1. Tecnologias: Compreensão da lógica do processo mediado, suas funcionalidades,

Desafios para o DI 1. Tecnologias: Compreensão da lógica do processo mediado, suas funcionalidades, seu movimento incessante de mudança. Integração de novíssimas tecnologias interativas Concepção, desenvolvimento e produção de projetos educativos em múltiplas mídias. 2. Convergência entre cursos presenciais e a distância: Diluição das fronteiras entre presencial e a distância; Transição possível do discente entre as duas modalidades; Integração entre IES e entidades corporativas;

3. Educação compromisso social e inovação Formação compreendida como inovação; Integração em rede entre

3. Educação compromisso social e inovação Formação compreendida como inovação; Integração em rede entre instituições de ensino, entidades corporativas e outras parcerias; Formação (conhecimentos, habilidades, atitudes e valores) baseada na cultura de convergência entre conteúdos, meios e pessoas. 4. Formação de Docentes e Designers Instrucionais Formação continuada; Atuação em equipes; Redefinição das condições de trabalho.

O futuro e. . . os desafios para o DI Ruptura com a cultura

O futuro e. . . os desafios para o DI Ruptura com a cultura da “disciplina”, do currículo fechado. Trilhas de aprendizagem. Cursos híbridos Investigação sobre feedback, acompanhamento do aluno, a estrutura de aula, sequenciamento e interatividade dentro de aulas. Jogos e mundos virtuais. Mídias sociais Atuação em redes. Múltiplos tempos, timing, velocidades. Diferenciados espaços, planos, camadas. . . para a oferta de Educações.

DI e ação criadora/inovação

DI e ação criadora/inovação

Desafios ao DI Conceitos de mudança e de futuro: o Educação em mudança ou

Desafios ao DI Conceitos de mudança e de futuro: o Educação em mudança ou “educação para a mudança” ? o A educação aposta no futuro: Toda a educação é preparação para o futuro Um futuro anunciado e predefinido. Ao invés de compreensão do futuro como construção coletiva, que exige o esforço de todos os participantes. Um futuro que ofereça “abertura para todas as possibilidades”.

Obrigada! Vani Moreira Kenski vani@siteeducacional. com. br

Obrigada! Vani Moreira Kenski [email protected] com. br