CURSO CIDADANIA E BEM ESTAR DISCIPLINA FINANAS PESSOAIS

  • Slides: 67
Download presentation
 CURSO: CIDADANIA E BEM ESTAR DISCIPLINA: FINANÇAS PESSOAIS (4 h) PROF. LUIZ GILBERTO

CURSO: CIDADANIA E BEM ESTAR DISCIPLINA: FINANÇAS PESSOAIS (4 h) PROF. LUIZ GILBERTO BIRCK Este curso teve como referencial o Curso de Finanças Pessoais encontrado em www. Cursos 24 Horas. com. br

FINANÇAS PESSOAIS 1 ABORDAGEM INICIAL

FINANÇAS PESSOAIS 1 ABORDAGEM INICIAL

FINANÇAS PESSOAIS INTRODUÇÃO: Ø Ø Ø Atualmente vivemos em um mundo que se preocupa

FINANÇAS PESSOAIS INTRODUÇÃO: Ø Ø Ø Atualmente vivemos em um mundo que se preocupa cada vez mais com o dinheiro. Cuidar das finanças pessoais significa, antes de tudo, planejar o que se fará com os recursos ganhos. O objetivo deste curso é propiciar conhecimento sobre como cuidar das próprias finanças. . . uma reeducação financeira. Começaremos vendo os princípios básicos em finanças pessoais, mas também como a forma como fomos culturalmente educados no sentido de tomar decisões para gastar o dinheiro que ganhamos. Veremos como as pessoas acabam contraindo dívidas, assim como saídas para essa situação que tira o sono de muitos brasileiros.

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: A administração das finanças pessoais, baseada na educação

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: A administração das finanças pessoais, baseada na educação financeira, não é assunto só para quem tem muito dinheiro e quer cuidar dele. Aqueles que se preocupam com as finanças pessoais são aquelas apegadas ao dinheiro? Cuidar das finanças pessoais significa que o seu dinheiro não lhe será motivo de preocupação. Esse não é um tema visto nas escolas e muitas vezes nossos pais não foram hábeis em nos ensinar o valor do dinheiro.

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: Tem pessoas que não precisam se preocupar com

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: Tem pessoas que não precisam se preocupar com suas finanças pessoais? Para começar a pensar sobre as suas finanças, a primeira pergunta que você deve se fazer é: qual é o meu objetivo? - uma casa maior - independência financeira - casa própria - economizar para o fundo de emergência - comprar um carro - reformar a casa - viajar Estabeleça a prioridade entre esses objetivos!

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: Você já definiu o quer e em quanto

FINANÇAS PESSOAIS PRINCÍPIOS DE FINANÇAS PESSOAIS: Você já definiu o quer e em quanto tempo vai alcançar o objetivo? Fator tempo x aplicação financeira. Despesas fixas x Despesas variáveis Quanto custa um cafezinho? E num ano? Qual o custo anual de um gasto diário com pequenos gastos supérfluos de, por exemplo, R$ 6, 00?

FINANÇAS PESSOAIS CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DO PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL Educação financeira e planejamento x

FINANÇAS PESSOAIS CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DO PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL Educação financeira e planejamento x problemas sérios para administrar seus recursos e sua vida social (comportamento agressivo e pessimistas). Você prefere pagar a parcela mínima da fatura do cartão de crédito para não sacar recursos da poupança? reflita. A falta de conhecimentos sobre isso acaba levando a pessoa a gastar mais dinheiro. Na medida em que ganhamos mais tendemos a gastar mais. Aumento de salário x carro novo. . você conta com os novos custos? Quais são os custos de um automóvel?

FINANÇAS PESSOAIS COMPORTAMENTO FINANCEIRO DO BRASILEIRO Qual a cultura do brasileiro? Consumista e visão

FINANÇAS PESSOAIS COMPORTAMENTO FINANCEIRO DO BRASILEIRO Qual a cultura do brasileiro? Consumista e visão em curto prazo. Que percentual de pessoas no país se preocupam em guardar dinheiro para satisfazer desejos futuros (ou previdência privada? ). O VALOR DO DINHEIRO É preciso que o valor poupado no presente seja investido para que ele não perca seu poder de compra e, ao contrário, se valorize e se multiplique. Vamos Ilustrar como a poupança pode valorizar o dinheiro frente ao preço de um produto no presente!

FINANÇAS PESSOAIS O VALOR DO DINHEIRO “Digamos que o valor não consumido de R$

FINANÇAS PESSOAIS O VALOR DO DINHEIRO “Digamos que o valor não consumido de R$ 200, 00 – poupança feita por um trabalhador no mês de dezembro logo após ter recebido seu abono de Natal – fosse suficiente para adquirir uma bicicleta nova, pagando-a à vista. No entanto, esse trabalhador fez as contas e preferiu adiar essa compra por seis meses, imaginando que até o final de junho do ano seguinte lhe seria possível adquirir a mesma bicicleta e mais uma batedeira de bolo para sua esposa com o ganho que o investimento produzisse nesse período. Com a ajuda de um amigo, identificou três possíveis cenários para os seis meses seguintes: a) O preço de bicicleta poderá manter-se inalterado e a aplicação terá a possibilidade de render 1, 5% ao mês. b) O preço da bicicleta poderá subir para R$ 210, 00 e a aplicação terá a possibilidade de render 2, 5% ao mês. c) O preço da bicicleta poderá subir para R$ 250, 00 e a aplicação poderá render 3, 5% ao mês.

FINANÇAS PESSOAIS O VALOR DO DINHEIRO A porcentagem de rendimento da aplicação deve ser

FINANÇAS PESSOAIS O VALOR DO DINHEIRO A porcentagem de rendimento da aplicação deve ser superior ao nível da inflação no período. Primeira premissa: se há algum dinheiro a ser recebido, ele deve estar em mãos o quanto antes. Segunda premissa: se há algum dinheiro a ser gasto necessariamente, isto deverá ser feito o mais tardiamente. Poupar (para adquirir no futuro) ou Consumir? Ex. preço inicial de R$ 30 mil de um carro pode chegar a mais de R$ 45 mil no final do financiamento durante o período de três anos. E se a pessoa investisse o valor mensal da parcela desse financiamento? Terceira premissa: quem quer poupar precisa de disciplina e determinação para tal. Essa atitude tendem a ser compensadas no futuro.

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA No passado o

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA No passado o escambo (necessidades biológicas). Como surgiu o dinheiro? complexidade do comércio. A partir desse momento o homem passou a comprar os produtos essenciais à sua sobrevivência. E atualmente? Compra-se produtos e serviços que não se relacionam com a sobrevivência do corpo, como p. ex. , lazer, higiene, educação, saúde, vestuário e habitação. Mas é possível se comprar tudo aquilo que se achar necessário? Todos os consumidores precisam tomar decisões o tempo todo, para que priorizem a aquisição de um produto no lugar de outro.

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA Qual a diferença

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA Qual a diferença entre decidir comprar uma casa e uma caneta? Baixo grau de complexidade - compras baseadas em hábitos de rotinas. Médio grau de complexidade - quantidade mínima de informações sobre o produto - informações superficiais - decisão rápida (filme, jantar). O nível dos preços. . ou preços caindo, irão influenciar na tomada de decisão. E a pressão ambiental (pressão ou conselho de colegas, marketing, folhetos, música ambiente, etc. )? . O resultado disso pode ser o arrependimento.

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA Freando os impulsos

FINANÇAS PESSOAIS FATORES QUE INFLUENCIAM O CONSUMIDOR NO MOMENTO DA COMPRA Freando os impulsos na hora da compra Torne-se um consumidor maduro - Levante alternativas e informações – isso reduz o caráter impulsivo. Sempre que você deseja comprar algo que custa mais do que pode pagar à vista, acaba comprando a prazo? Mas será que essa é sempre a melhor opção? É aí que entram os juros. . Tome essa decisão: Você prefere comprar a vista um produto por R$ 950, 00 ou em cinco parcelas (0+5) de R$ 250, 00 cada?

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Para decidir se comprar à

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Para decidir se comprar à prazo podemos pensar no esquema a seguir:

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Se o consumidor ponderou e

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Se o consumidor ponderou e decidiu que a aquisição a prazo é vantajosa, o segundo passo é a avaliação de como ele poderá levantar os recursos necessários para pagar a menor taxa de juros possível. Faça uma pesquisa sobre a taxa de juros praticada por mais de uma loja ou instituição financeira.

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Cálculo das prestações das parcelas

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Cálculo das prestações das parcelas Tipos de juros: simples e compostos. Simples: a taxa de juros é calculada sobre o valor inicial que você aplicou. P. ex. aplicação de R$ 1. 000, 00 por 12 meses, a 1% a. m: 0, 01 x R$1. 000, 00 = R$10, 00 Portanto, no final dos 12 meses, sua aplicação terá rendido: 12 x R$10, 00 = R$120, 00 Ou seja, em uma aplicação de juros simples você teria o valor final de R$1. 120, 00 no final de um ano de investimento.

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Enquanto nos juros simples a

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Enquanto nos juros simples a taxa incide apenas sobre o valor inicial aplicado, no cálculo de juros compostos o lucro do rendimento de juros entra no cálculo do mês seguinte. Digamos que você investiu aqueles R$ 1. 000, 00 em uma aplicação de juros compostos durante 12 meses com rendimento de 1% ao mês. O cálculo seria feito da seguinte forma: Mês 1: 0, 01 x R$1. 000, 00 = R$10, 00 Valor da aplicação no mês 1: R$1. 010, 00 Mês 2: 0, 01 x R$ 1. 010, 00 = R$10, 10 Valor da aplicação no mês 2 = R$1. 020, 10 Mês 3: 0, 01 x R$1. 020, 10 = R$10, 20 Valor da aplicação no mês 3 = R$1. 030, 30 . . . Mês 12: . . . . = 1. 126, 83 E assim por diante. Ou seja, enquanto com juros simples você teria tido o rendimento de R$ 120, 00, no final de um ano de aplicação, com os juros compostos você tem R$ 126, 83 de lucro.

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Veja a seguir uma tabela

FINANÇAS PESSOAIS COMPRA A PRAZO E COMPRA À VISTA Veja a seguir uma tabela que mostra o impacto de um empréstimo de R$ 100, 00 nas diferentes modalidades mostradas anteriormente:

FINANÇAS PESSOAIS 2 PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

FINANÇAS PESSOAIS 2 PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O planejamento financeiro pessoal é algo voltado

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O planejamento financeiro pessoal é algo voltado apenas para quem tem muito dinheiro para administrar? Ø O planejamento financeiro pessoal - estratégia que tem por fim último alcançar os objetivos propostos e acumular recursos que formarão um patrimônio pessoal. Ø Mas quais são as recompensas trazidas por um planejamento financeiro pessoal?

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL 1) Aprendizado da disciplina financeira - cultura

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL 1) Aprendizado da disciplina financeira - cultura financeira impõe disciplina. 2) Melhoria do processo de tomada de decisões – impede compras por impulso e desperdício de dinheiro. 3) Uso racional do dinheiro - direciona nosso dinheiro para aquilo que é realmente necessário e que colabora com nosso crescimento pessoal. 4) Prevenção contra situações inesperadas - formação de poupança ou de uma reserva prepara você para emergências. 5) Satisfação e melhoria da qualidade de vida - quem planeja consegue aproveitar melhor sua vida, pois possui menos preocupações e angústias relacionadas ao dinheiro.

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL Para realizar o seu planejamento financeiro pessoal

FINANÇAS PESSOAIS CONCEITO DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL Para realizar o seu planejamento financeiro pessoal é recomendado que sejam seguidos cinco passos: 1) Defina os seus objetivos. Delimite e defina a meta. 2) Verifique como você pode atingir os objetivos. Se quer viajar, como será feita essa viagem? O que precisa para viajar? Quando isso será feito? Qual o roteiro a ser seguido? 3) Levante os recursos necessários para atingir os objetivos. Maneiras de conseguir os recursos que você precisa para atingir o objetivo. 4) Coloque o planejamento em prática. Vai viajar? primeiro ligue para a agência de viagens, depois reserve hotel, contrate guias locais para excursões. . . 5) Controle a realização do planejamento para ver se está indo tudo conforme o planejado.

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS GASTOS SUPÉRFLUOS Quais são seus gastos mais recorrentes e que pesam mais no seu orçamento? Bens que encarecem o orçamento – diminuir frequencia. Diminuir os gastos variáveis - cortar gastos fixos que não são essenciais. Pense na motivação que tem para diminuir os custos: Eliminar dívidas, Guardar dinheiro para adquirir uma casa própria, educação dos filhos, manutenção de um fundo de segurança, aposentadoria, comprar um carro. . .

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS GASTOS SUPÉRFLUOS Em seguida, elabore um orçamento. liste todas as suas despesas (inclua gastos diários pequenos). Gastos necessários x supérfluos. Você está com as contas no vermelho? Corte os gastos não essenciais: - Corte o cafezinho depois do almoço. -Coma mais em casa do que em restaurantes ou lanchonetes. - Evite gastos com lanches entre as refeições diárias (você pode trazer um lanche de casa ao invés de comer na rua, por exemplo). -Não dar gorjetas ou esmolas. - Cortar locações de DVDs. - Evite compras de supérfluos como CDs, roupas de marca, itens de decoração da casa que não são necessários para sua manutenção. - Evitar idas ao salão de beleza em exagero.

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS

FINANÇAS PESSOAIS AUTOCONHECIMENTO: APRENDENDO COMO ANALISAR OS GASTOS MAIS RECORRENTES E COMO ELIMINAR OS GASTOS SUPÉRFLUOS Agora vamos aos itens necessários e que podem ser reduzidos: - energia elétrica e de água/esgoto - banhos mais curtos. - Uso de eletroeletrônicos. - Comprar produtos mais baratos e em menor quantidade no supermercado. - uso do telefone (tanto o fixo como o celular). - prestação de um carro de luxo - troque o carro caro por um mais simples. - plano de telefonia. - assinatura de jornais, televisão a cabo e internet banda larga. Não mantenha estilo de vida incompatível com seus ganhos. Autoavaliação da necessidade dos gastos em três perguntas: - Esse item de despesa é realmente necessário? Se é necessário, tenho meios para diminuir o impacto dela no orçamento? - Esse gasto foi planejado ou foi resultado de um impulso?

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO Podemos dizer que as maiores vantagens de elaborar

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO Podemos dizer que as maiores vantagens de elaborar e manter um orçamento são: - permite que você controle sua situação financeira. - ajuda a visualização dos gastos. - você vê os itens supérfluos e o impacto dessas compras no orçamento mensal. - permite a locação de gastos de forma racional. O orçamento: entradas e saídas de recursos - as metas propostas para cada um deles.

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO A elaboração de um orçamento doméstico contém etapas:

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO A elaboração de um orçamento doméstico contém etapas: ETAPA 1 – IDENTIFIQUE OS RECURSOS QUE ENTRAM NA RENDA FAMILIAR A primeira etapa é a identificação dos recursos que compõem a renda de uma pessoa ou de uma família: a) Renda (Salário, Aluguel, rendimento de aplicação financeira, Pró-labore e, Dividendos. b) Resgate de investimentos. c) Empréstimos.

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO ETAPA 2 – IDENTIFIQUE AS DESPESAS E GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO ETAPA 2 – IDENTIFIQUE AS DESPESAS E GASTOS INESPERADOS As despesas fixas podem ser: - Moradia (aluguel, condomínio, luz, água, gás, manutenção, IPTU, empregada doméstica). - Automóvel. - Comunicações (celular, internet, telefone fixo). -Alimentação (tudo que for comprado no supermercado, alimentação fora de casa). - Educação (mensalidade da escola dos filhos ou da própria faculdade, gastos com material escolar etc. ). - Gastos médicos. - Pg emprést. As despesas variáveis, por sua vez, podem ser compostas por: - Esporte. - Lazer. - Higiene e bem estar (cabeleireiro, academia, atividades que visem o aumento do bem-estar). - Vestuário. Não esqueça da reserva de emergência: batida de carro, um gasto médico etc.

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO Erros recorrentes no momento da elaboração do orçamento:

FINANÇAS PESSOAIS COMO ELABORAR UM ORÇAMENTO Erros recorrentes no momento da elaboração do orçamento: -Elaborar o orçamento sem considerar as dívidas. -Não colocar os gastos planejados e os reais na planilha de planejamento financeiro. - Não dividir o orçamento de acordo com o grupo de despesas. -Não prever reserva. Você faz um orçamento apenas para equilibrar o ganho com os gastos? -Não saber identificar o que se ganha. Salário bruto ou líquido? Para o controle financeiro utilize a tabela a seguir. Ela contém os mesmos dados detalhados que a de planejamento financeiro, com a diferença que ela permite fazer a comparação entre o que foi previsto e o que foi planejado.

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS Alguns conselhos para o planejamento

FINANÇAS PESSOAIS COMO FAZER O CONTROLE FINANCEIRO DOS GASTOS Alguns conselhos para o planejamento e o controle financeiro pessoal: 1) Diferencie as despesas fixas das variáveis. 2) Sempre procure controlar rigidamente os gastos das despesas fixas. Elas são mais difíceis de serem eliminadas (baixe o consumo de energia, etc). 3) Identifique as despesas variáveis e elimine as supérfluas. Não é necessário reduzir a zero as despesas variáveis, mesmo porque neste grupo estão gastos como higiene e lazer, sem os quais ninguém pode ter uma boa qualidade de vida. 4) Estabeleça objetivos possíveis. 5) Reveja periodicamente o planejamento financeiro pessoal (não se esqueça de colocar os pequenos gastos na planilha). 6) Controle o cumprimento das metas antes e durante o mês. 7) Reservar primeiro o dinheiro para poupança (depois usar o que sobra para os gastos previstos). 8) Invista corretamente. Aplicar na poupança ou em outro investimento?

FINANÇAS PESSOAIS 3 O PLANEJAMENTO FINANCEIRO EM FAMÍLIA

FINANÇAS PESSOAIS 3 O PLANEJAMENTO FINANCEIRO EM FAMÍLIA

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR Para quem possui uma família: - considerar os

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR Para quem possui uma família: - considerar os dependentes e o cônjuge durante sua estruturação e manutenção. -O casal deve elaborar o planejamento financeiro. Uma esposa responsável por cuidar dos filhos e da casa tem muito a contribuir no momento de identificar as despesas fixas e variáveis. Outro passo importante é o cuidado na hora de listar as despesas por dependentes. Aponte o nome do dependente e o quanto ele gasta e para onde está indo o dinheiro. Inclua despesas relativas aos filhos, ainda que sejam pequenas. Inclua presentes, dinheiro para comer na escola. No fim do mês tudo isso faz diferença no orçamento.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR O diálogo com a família Todos os membros

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR O diálogo com a família Todos os membros se comprometam com os objetivos estabelecidos. Contenções no orçamento da família? - conversa franca e honesta é o melhor caminho para que se indiquem as razões daquele sacrifício estar sendo feito. O casal e o dinheiro Segundo Gustavo Cerbasi, autor do livro ”Casais inteligentes enriquecem juntos”, os dez mandamentos para manter um orçamento equilibrado são: 1) Planeje seus gastos para conhecer seus limites de consumo. 2) Controle seus impulsos de consumo. 3) Não tenha um padrão de vida maior do que suas posses.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR 4) Não pague juros maiores do que os

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR 4) Não pague juros maiores do que os que recebe de seus investimentos. 5) Poupe para garantir aquisições futuras. 6) Jamais despreze a inflação. 7) Resista à tentação de gastar a poupança que garantirá sua velhice. 8) Informe-se bem antes de investir. 9) Jamais despreze pequenos valores. 10) Jamais despreze uma boa negociação de preços. Existem três meios para que o casal chegue a um acordo sobre o pagamento das despesas: . Dividir igualmente o pagamento (rendas similares). . Divisão das contas. Ocorre quando determinadas contas ficam destinadas a cada um dos cônjuges. . Divisão proporcional das contas (para casais que possuem sensível disparidade entre os recebimentos). Conta conjunta ou conta individual? Melhor o casal conversar bem sobre isso. Ponto positivo: Segurança Ponto negativo: gerenciamento diário – cheque sem fundo – um gasta mais do que o outro.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA A educação financeira

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA A educação financeira é essencial - ela possibilita que nos organizemos melhor e que sejamos capazes de aproveitar melhor o tempo. Não é uma supervalorização de questões materiais? Sem preocupação, vivemos melhor! Alguém nos ensinou desde a infância como gerenciar melhor nossos recursos? Para quem tem filhos é bom incluir na formação deles princípios que possam nortear o modo como lidam com o dinheiro. A educação financeira, essencialmente, deve começar dentro de casa. Mas como os pais podem fazer isso? . O primeiro passo com as crianças: conhecer as moedas e as cédulas.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA Todas as notas

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA Todas as notas e moedas têm a mesma efígie no anverso: o símbolo da República. É a representação do regime republicano, das garantias das liberdades individuais e da igualdade e fraternidade entre os homens, ideais da Revolução Francesa, de 1789, que inspiraram a instauração de regimes republicanos em todo o mundo. Em relação ao verso das notas de real, elas são ilustradas por animais que compõem a fauna brasileira. Eles são: - Nota de 1 real: beija-flor. Existem mais de cem espécies de beija-flor no Brasil. - Nota de 2 reais: tartaruga de pente. É uma das tartarugas mais encontradas na costa do Brasil. - Nota de 5 reais: possui uma garça em seu verso, ave muito encontrada no território brasileiro. - Nota de 10 reais: arara, outra ave amplamente encontrada no Brasil e na América Latina.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA - Nota de

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA - Nota de 20 reais: mico-leão-dourado, primata originário da Mata Atlântica, atualmente ameaçado de extinção. - Nota de 50 reais: onça-pintada, felino de grande porte, atualmente ameaçado de extinção no Brasil. - Nota de 100 reais: garoupa, peixe marinho, sendo um dos mais presentes na costa do Brasil. As moedas do Real, por sua vez, possuem personagens significativos da história brasileira em seu verso. - Moeda de 1 centavo: Pedro Álvares Cabral, primeiro europeu a chegar ao território brasileiro no ano de 1. 500, na época das grandes navegações. - Moeda de 5 centavos: Tiradentes. Mineiro, lutou no século XVIII contra o domínio de Portugal sob o Brasil, em revolta conhecida como Inconfidência Mineira.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA - Moeda de

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR A EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA FAMÍLIA - Moeda de 10 centavos: Dom Pedro I. Foi o primeiro imperador do Brasil. - Moeda de 25 centavos: Deodoro da Fonseca. Militar que proclamou a República, em 15 de novembro de 1889. - Moeda de 50 centavos: Barão do Rio Branco. Foi um diplomata brasileiro do século XIX. - Moeda de 1 real: efígie da República ENSINAMENTOS AOS FILHOS SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA O estabelecimento de mesada para os filhos é um importante instrumento para educá-los para a vida financeira (administrar próprio orçamento e realizar projeções de gastos e de poupança). A mesada acaba saindo mais barato!

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO Porquê guardar organizadamente a

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO Porquê guardar organizadamente a documentação? . facilidade para encontrar recibos, extratos, comprovantes de pagamentos. fazer a conferência com o que foi realmente gasto. Onde guardar? utilize pasta-arquivo, dividida de acordo com os meses - colocar as contas a pagar nos meses em que elas vencerão. Se tiver muitos documentos, é possível até mesmo adquirir um arquivo de aço. Outra razão para manter a documentação sempre em ordem é que, de acordo com o Código Civil brasileiro, artigo 206, todos podemos ser cobrados por dívidas antigas.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO - Escrituras. Elas devem

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO - Escrituras. Elas devem ser guardadas por toda a vida, ainda que você se desfaça da propriedade. Procure embalar os documentos cuidadosamente, para que eles não se deteriorem com o tempo. - Comprovante do Imposto de Renda, do IPVA e do IPTU. Devem ser guardados por cinco. - Contas de água, luz, telefone, gás, cartão de crédito, condomínio, comprovantes de mensalidades escolares e de pagamento de parcelas do financiamento de imóveis devem ser guardados por cinco anos. - Notas de serviço de profissionais liberais (médicos, advogados, professor particular) devem ser guardados por, no mínimo, cinco anos. - Recibo de pagamento de salário (holerite ou contracheque). Guarde por cinco anos. - Contrato de locação e comprovantes de pagamento de aluguel. Deve ser guardado por três anos.

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO - Contratos de seguro

FINANÇAS PESSOAIS O PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR COMO ORGANIZAR A DOCUMENTAÇÃO - Contratos de seguro (de vida, de saúde, de carro, imóvel etc. ). Guardar por um ano. - Consórcios e prestações. Os comprovantes de pagamento de consórcios devem ser guardados até que o fornecedor dê ao participante do consórcio o comprovante de quitação das prestações. - Comprovante de pagamento do INSS de autônomo. Deve ser guardado até o momento da aposentadoria. - Notas fiscais. A recomendação é que as notas fiscais de bens duráveis sejam guardadas até o final da garantia destes. - Comprovantes de depósito bancário. Guarde o comprovante até se certificar que o dinheiro foi efetivamente debitado na conta de destino.

FINANÇAS PESSOAIS 4 INVESTIMENTOS

FINANÇAS PESSOAIS 4 INVESTIMENTOS

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? Investimento: aquisição de ativos financeiros. Emprestamos dinheiro

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? Investimento: aquisição de ativos financeiros. Emprestamos dinheiro ao banco para depois receber de volta com acréscimos da taxa de juros. O hábito de investir não é tão grande no Brasil. Geralmente temos hábitos de fazer empréstimos e financiamentos e não o contrário. As aplicações chamadas de tradicionais são aquelas em que o risco é baixo (CDB e poupança, por exemplo), ou seja, o investidor não corre o risco de perder o seu dinheiro pelas oscilações do mercado. Mas as aplicações com baixo risco podem camuflar o poder de compra do seu dinheiro já que o poder de compra do dinheiro é medido pela inflação. Veja o exemplo: Se você tem R$ 1. 000, 00 hoje, eles podem comprar uma televisão de LCD da marca X. Digamos que a taxa de juros dos próximos 12 meses seja 8%. Isso significa que aquela televisão, no final de 1 ano, estará custando R$ 1. 080, 00 (8% x R$ 1. 000, 00 = R$ 80, 00).

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? Em muitas aplicações financeiras o poder de

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? Em muitas aplicações financeiras o poder de compra do dinheiro é perdido também, pois essas acabam rendendo menos do que a taxa de inflação (rendimento nominal x rendimento real). Para avaliar se o investimento que você está fazendo é bom ou ruim, veja as seguintes dicas: 1) Nunca compare o rendimento do seu investimento com o rendimento da caderneta de poupança. 2) A aplicação mais segura no Brasil é a compra de títulos públicos federais. Eles podem ser comprados por qualquer pessoa física a partir do investimento de R$ 200, 00. Os títulos públicos rendem mais do que a poupança e o CDB, por exemplo.

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? 3) Não caia no erro de investir

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? 3) Não caia no erro de investir em poupança caso queira ter um rendimento real do dinheiro e não apenas manter ele guardado. 4) Outro bom investimento é no LFT, título público, cujo rendimento está de acordo com a taxa Selic. Para fazer uma comparação, em 2005, a Selic rendeu 1, 51% ao mês enquanto a poupança rendeu 0, 76% a. m. 5) Compare o seu investimento com o rendimento da taxa Selic ou da taxa CDI. A taxa CDI é aquela que norteia a rentabilidade de fundos de investimento CDI (Certificado de Depósito Interbancário). 6) Quanto mais abaixo estiver o rendimento da sua aplicação, em relação a essas taxas, pior ele é. Saiba que o rendimento das aplicações financeiras é calculado de acordo com os dias úteis do mês.

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? 8) Não se esqueça de perguntar qual

FINANÇAS PESSOAIS O QUE SÃO INVESTIMENTOS ? 8) Não se esqueça de perguntar qual é o rendimento líquido da aplicação. O rendimento líquido é o resultado do rendimento bruto menos os impostos. Se você faz uma aplicação cujo rendimento é 5% ao ano e investe R$ 10. 000, o rendimento bruto será de 5% x R$ 10. 000, 00 = R$ 500, 00. Se os impostos a serem pagos na retirada do dinheiro e no Imposto de Renda somarem, hipoteticamente, R$ 120, 00, seu rendimento líquido será de R$ 500, 00 – R$ 120, 00 = R$ 380, 00. Existem várias opções de aplicações diferentes, tanto para aqueles que preferem não correr risco algum até para os que aceitam correr grandes riscos para ganhar mais.

FINANÇAS PESSOAIS POUPANÇA É o investimento mais tradicional no Brasil. O investidor pode começar

FINANÇAS PESSOAIS POUPANÇA É o investimento mais tradicional no Brasil. O investidor pode começar a investir com um capital bem baixo, a partir de R$ 10, 00. É possível estimar com certa precisão e com baixíssimo risco o valor do rendimento no ato da aplicação. Rentabilidade: TR + 0, 5% a. m. Pode-se sacar os recursos a qualquer hora. Mas se resolver retirar o dinheiro fora da data de aniversário, ele perderá rentabilidade do investimento. Garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito até R$ 250. 000, 00. Vantagens: possui regras simples e padronizadas e não é cobrado Imposto de Renda (IR) sobre as aplicações. Desvantagem: baixíssima rentabilidade.

FINANÇAS PESSOAIS OURO O ouro é um investimento reconhecidamente como seguro e pode ser

FINANÇAS PESSOAIS OURO O ouro é um investimento reconhecidamente como seguro e pode ser feito através dos bancos. As barras de ouro compradas podem ficar com o comprador ou ele poderá contratar um serviço de custódia ou guarda nos bancos. diariamente são informados os valores do grama do ouro para compra e venda. CDB e RDB O CDB-Certificado de Depósitos Bancários, é o mesmo que financiar um valor para o banco, em que ao final do prazo estabelecido o banco pagará o valor que foi emprestado acrescido de juros, ou seja receberá o dinheiro investido mais um lucro do tempo passado. O RDB-Recibo de Depósitos Bancários funciona da mesma forma, a diferença é que não há a opção de negociar após ter fechado o acordo, entretanto, no CDB e no RDB, o risco de prejuízo é mínimo, a menos que o banco quebre, pois ai não receberá seu dinheiro de volta e muito menos os juros combinado.

FINANÇAS PESSOAIS TÍTULOS OS PÚBLICOS Criado pelo Governo Federal com o intuito de financiar

FINANÇAS PESSOAIS TÍTULOS OS PÚBLICOS Criado pelo Governo Federal com o intuito de financiar as atividades do governo. A venda de títulos públicos geralmente é feita por leilão ou diretamente no Tesouro Nacional. CLUBES DE INVESTIMENTOS Investimentos em comunhão de recursos por um grupo que não ultrapassa 150 pessoas com a finalidade de realizar investimentos no mercado financeiro. Os clubes de investimentos são pessoas jurídicas e tem um gestor responsável pelo clube e a administração dos recursos do mesmo. AÇÕES Ativos de empresas com capital aberto ou S. A Sociedade Anônima - negociadas em bolsas de valores – A pessoa se torna sócia da empresa.

FINANÇAS PESSOAIS 5 DÍVIDAS E EMPRÉSTIMOS

FINANÇAS PESSOAIS 5 DÍVIDAS E EMPRÉSTIMOS

FINANÇAS PESSOAIS PROBLEMAS COM DÍVIDAS As dívidas são perigosas porque não trazem apenas problemas

FINANÇAS PESSOAIS PROBLEMAS COM DÍVIDAS As dívidas são perigosas porque não trazem apenas problemas financeiros, mas acabam repercutindo na vida pessoal do devedor. Recomenda-se a manutenção da calma. Parece simples, mas quando perdemos a calma nossa capacidade de raciocinar e de fazer um planejamento claro é diminuída e isso só o prejudicará nesse processo. A atitude mais racional nesse momento é tomar consciência das dívidas e encará-las com maturidade. Existem várias entidades que dão aconselhamentos gratuitos sobre dívidas: Devedores Anônimos (http: //devedoresanonimos-rio. org/index. html). Serasa Experian (http: //www. serasaexperian. com. br/index. htm). Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) (http: //www. procon. sp. gov. br/categoria. asp? id=409).

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Não possuir educação financeira e gastar mais

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Não possuir educação financeira e gastar mais do que recebe. Você tem um objetivo na vida? Então tenha disciplina financeira. Isso pode significar uma mudança drástica de hábitos e comportamentos, mas que serão recompensados a médio e longo prazo. As causas para o endividamento podem ser pontuais ou recorrentes: - Perda de emprego. - Gastos médicos não previstos no planejamento. - Casamento: compra de móveis, eletrodomésticos, etc. - Separação: pensão alimentícia, advogados, custos do processo, morar em uma nova casa, mobiliá-la. - Acidente com o carro quando esse não possui seguro. - viagem que acabará não cabendo no orçamento ou gastos de final de ano sem guardar dinheiro para as contas do início do ano seguinte (IPVA, IPTU, matrícula na escola, material escolar, seguro do carro etc. ).

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Caso precise de uma alternativa rápida para

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Caso precise de uma alternativa rápida para se livrar das dívidas, uma solução que pode ser tomada é vender um bem para cobrir este valor. A chave para identificar os motivos recorrentes de endividamento são os custos fixos: - Prestações de automóvel ou outro bem de luxo (televisão de plasma, um computador de última geração). - Prestações de um imóvel muito caro. - Manutenção de uma casa de praia ou de campo. Se estiver pagando prestações de um carro de luxo e isso estiver estourando seu orçamento, venda o carro e troque por um mais barato, ou simplesmente venda o carro e salde as dívidas. Mas e se estamos acostumados ao padrão de vida que estabelecemos?

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Estabeleça prioridades - reduza o padrão de

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Estabeleça prioridades - reduza o padrão de vida. . mantenha o que é mais importante. Outro passo fundamental é prever os gastos fixos relativos a um bem ou serviço que se vai adquirir. Ao comprar um celular para seu filho, por exemplo. . . e a conta mensal? Outro exemplo é quando se adquire um sítio, pois o custo não se restringe ao valor do imóvel, mas também ao valor que será pago para a manutenção da propriedade. Lidando com as dívidas A verdade é que ninguém fica no vermelho porque quer, mas, sim, por uma falta de planejamento prévio em relação ao gasto.

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Abaixo vamos mostrar algumas dicas para que

FINANÇAS PESSOAIS CAUSAS DO ENDIVIDAMENTO E NEGOCIAÇÕES Abaixo vamos mostrar algumas dicas para que você possa lidar com as dívidas e saldá-las o quanto antes. 1) Negociação os valores a serem pagos. 2) As dívidas de valores mais altos devem ser negociadas primeiro. 3) Identifique se possui dívidas que relacionem o nome de outras pessoas, como fiadores. 4) Procure controlar a dívida no início. 5) Converse com o credor – exponha os motivos – e como pagará os débitos. 6) Dívida no CC - não pague o mínimo todos os meses. Suspenda o pagamento e negocie o parcelamento do valor. 7) Proponha um parcelamento mais longo – para caberem no orçamento. 8) Negocie direto com o credor – evite empresas de cobrança. 9) Negocie também as taxas de juros. 10) Não deixe que lhe cobrem valores indevidos no parcelamento de dívidas, veja o Cod. de Defesa do Consumidor e procure o PROCON. 11) Evite ao máximo possível contrair um empréstimo de um agiota.

FINANÇAS PESSOAIS CARTÃO DE CRÉDITO Você faz uma compra hoje, passa seu cartão e

FINANÇAS PESSOAIS CARTÃO DE CRÉDITO Você faz uma compra hoje, passa seu cartão e paga o valor no mês seguinte, no dia de vencimento da fatura. Se você não puder fazer o pagamento integral do valor da fatura, pode parcelar a dívida, mas irá pagar um valor mais alto no final do parcelamento. Vantagens na sua utilização: - Marcar o dia de vencimento da fatura no mesmo dia em que recebe o salário; - Evita que a pessoa carregue dinheiro ou cheque; - Sua utilização é obrigatória em algumas situações, como em viagens para o exterior e pagamento do aluguel de carros. - Por oferecer menor risco ao comerciante, o cartão de crédito é muito mais aceito do que o cheque. - Em geral, oferece crédito rápido e sem burocracia. - Muitas operadoras de cartões de crédito oferecem serviços extras, como acesso a salas VIP em aeroportos, descontos em ingressos de shows ou jogos de futebol, por exemplo.

FINANÇAS PESSOAIS CARTÃO DE CRÉDITO - muitas operadoras também oferecem programas de fidelidade. Desvantagens

FINANÇAS PESSOAIS CARTÃO DE CRÉDITO - muitas operadoras também oferecem programas de fidelidade. Desvantagens para os clientes. - pagamento de anuidade. - juros cobrados. - a maioria das pessoas acaba comprando coisas desnecessárias por impulso. - os bancos impõem limites aos gastos que podem ser efetuados. CUIDADOS COM O CARTÃO DE CRÉDITO Evite pagar o mínimo da fatura. O uso indiscriminado custa caro. Por exemplo, se uma pessoa mantém uma dívida de R$ 5. 000, 00 durante um ano nesta modalidade de pagamento, no final desse período a dívida total pode chegar a R$ 13. 500, 00.

FINANÇAS PESSOAIS EMPRÉSTIMO Saída para quem está com dívidas: contrair e´mpréstimo para saldar todos

FINANÇAS PESSOAIS EMPRÉSTIMO Saída para quem está com dívidas: contrair e´mpréstimo para saldar todos os outros. É mais fácil pagar apenas uma dívida do que várias. Se você tiver várias dívidas e a taxa de juros mais alta for de 5% ao mês, e a dívida com taxa de juros mais baixa for 0, 8% a. m. , você deverá escolher um empréstimo que se aproxime do valor mais baixo, ou seja, 0, 8% a. m. , e que se afaste o máximo do valor mais alto, nesse caso, 5% a. m. 1) Empréstimo pessoal; 2) Empréstimo consignado. É um tipo de empréstimo oferecido a funcionários públicos ou aposentados e pensionistas do INSS. 3) Cheque especial. Mas ele costuma ter as taxas de juros mais altas entre todas as modalidades - descontrole financeiro das pessoas. 4) Empréstimo com cheque. Este tipo é realizado por agências financeiras que são encontradas geralmente nas ruas, aquelas que costumam oferecer “crédito rápido e sem burocracia”.

FINANÇAS PESSOAIS EMPRÉSTIMO Alguns conselhos de planejamento e utilização do empréstimo para saldar as

FINANÇAS PESSOAIS EMPRÉSTIMO Alguns conselhos de planejamento e utilização do empréstimo para saldar as dívidas são: - quando fizer o levantamento das dívidas, indique o nome do credor ou do banco, quais são os meios de contato, qual é o valor inicial da dívida e o atual, taxa de juros e quanto tempo ela está em atraso. - verifique as pequenas dívidas que podem ser pagas a partir da contenção de custos. - pagar as menores dívidas - foque naquelas que podem lhe causar mais problemas. - após ter feito isso, sobrarão as dívidas grandes, e agora é o momento de pensar. - Com esse método, aquela angústia de possuir muitas dívidas vai diminuindo, porque se começa a organizar a resolução do problema. - Trabalhe sempre com o seu planejamento financeiro pessoal, vendo onde pode economizar para que as dívidas não sejam mais um motivo de perda de sono.

FINANÇAS PESSOAIS LEMBREM-SE: O FLUXO DA VIDA ACOMPANHA O FLUXO DE CAIXA!

FINANÇAS PESSOAIS LEMBREM-SE: O FLUXO DA VIDA ACOMPANHA O FLUXO DE CAIXA!

FINANÇAS PESSOAIS SUCESSO E BOA SORTE!

FINANÇAS PESSOAIS SUCESSO E BOA SORTE!