AULA 1 CORREO EXERCCIOS 8 ano 01 Observe

  • Slides: 18
Download presentation
AULA 1 CORREÇÃO EXERCÍCIOS 8º ano

AULA 1 CORREÇÃO EXERCÍCIOS 8º ano

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II.

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II. Existem vagas para vendedores. III. Há vagas para vendedores. a) De acordo com nossa percepção, deduzimos que as mesmas são semelhantes no que se refere à informação. Tomando como ponto de partida o tipo de sujeito por elas representado, aponte a diferença, classificando-o. I. Sujeito Oculto (NÓS) – Determinado Implícito II. Sujeito Simples (VAGAS) – Determinado Explícito – 1 núcleo III. Oração sem sujeito – (HAVER = EXISTIR) – Sujeito Inexistente

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II.

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II. Existem vagas para vendedores. III. Há vagas para vendedores. b) Mediante b)a. Mediante análise feita exercício a análise feita nono exercício anterior, justifique sua resposta. I. Temos vagas para vendedores. Como o sujeito não está escrito, expresso na frase, mas encontramos com facilidade através do verbo, ele é DETERMINADO OCULTO. Quem? NÓS

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II.

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II. Existem vagas para vendedores. III. Há vagas para vendedores. b) Mediante b)a. Mediante análise feita exercício a análise feita nono exercício anterior, justifique sua resposta. II. Existem vagas para vendedores. Como o sujeito está escrito, expresso na frase, e encontramos seu núcleo (1) com facilidade através do verbo, ele é DETERMINADO SIMPLES. Quem? VAGAS

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II.

01. Observe as orações a seguir, analisando-as minuciosamente: I. Temos vagas para vendedores. II. Existem vagas para vendedores. III. Há vagas para vendedores. b) Mediante b)a. Mediante análise feita exercício a análise feita nono exercício anterior, justifique sua resposta. III. Há vagas para vendedores. Quem? Não temos resposta. Quando o verbo da oração for representado pelo verbo HAVER, no sentido de EXISTIR, não existe sujeito, ou seja, temos uma ORAÇÃO SEM SUJEITO.

02. Observe a seguinte oração: Precisa-se de vendedores. Classifique o sujeito da mesma, apresentando

02. Observe a seguinte oração: Precisa-se de vendedores. Classifique o sujeito da mesma, apresentando sua justificativa. Precisa-se de vendedores. Quem? “ALGUÉM” Quando questionamos o verbo, a única resposta possível é “ALGUÉM”, ou seja, elemento indefinido, logo o nosso sujeito será INDETERMINADO, pois não vem escrito, expresso e não é possível identificá-lo com exatidão, mas sabemos que existe um sujeito capaz de executar a ação verbal.

03. Atribua o sujeito pertencente às orações abaixo, tendo como suporte o seguinte código:

03. Atribua o sujeito pertencente às orações abaixo, tendo como suporte o seguinte código: A – Sujeito determinado simples B – Sujeito determinado composto C – Sujeito desinencial, oculto D – Sujeito indeterminado E – Sujeito inexistente ou oração sem sujeito ( B esquecido. ( C ) Preciso de seu carinho para me sentir segura. ( E ) Faz dois anos que não vou a Brasília. ( A ) A vida nos reserva grandes surpresas. ( D imobiliários.

04. Das orações: “Pede-se silêncio”, “A caverna anoitecia aos poucos”, “Fazia um calor temendo

04. Das orações: “Pede-se silêncio”, “A caverna anoitecia aos poucos”, “Fazia um calor temendo naquela tarde” – o sujeito classifica-se respectivamente como: a- ( b- ( c- ( d- ( e- ( ) indeterminado, inexistente, simples ) oculto, simples, inexistente ) inexistente, inexistente ) oculto, inexistente, simples ) simples, inexistente “Pede-se silêncio”, E “A caverna anoitecia aos poucos” “Fazia um calor temendo naquela tarde” RELACIONADO A TEMPO - CLIMA (inexistente)

05. Em se tratando do sujeito representado pelas orações, explique a diferença existente entre

05. Em se tratando do sujeito representado pelas orações, explique a diferença existente entre as mesmas: a) Todos haverão de participar das solenidades festivas. Quem? SIMPLES b) Haverá desfile em comemoração ao aniversário da cidade. ORAÇÃO SEM SUJEITO Quem? Não tem resposta HAVER = EXISTIR c) Existem vários candidatos almejando uma só vaga de. . . Quem? SIMPLES

06. A oração sem sujeito caracteriza-se por: a) O sujeito está indeterminado. A AÇÃO

06. A oração sem sujeito caracteriza-se por: a) O sujeito está indeterminado. A AÇÃO É EXECUTADA POR UM SER INDEFINIDO b) Não se atribui o fato a nenhum ser. ORAÇÃO SEM SUJEITO c) O sujeito está simplesmente oculto. DETERMINADO E IMPLÍCITO NA ORAÇÃO d) O fato é atribuído a um ser determinado. DETERMINADO: EXPLÍCITO OU IMPLÍCITO NA ORAÇÃO

07. A oração sem sujeito possui apenas: a) Objeto direto. b) Objeto indireto. c)

07. A oração sem sujeito possui apenas: a) Objeto direto. b) Objeto indireto. c) Predicado. d) Sujeito oculto. ORAÇÃO SUJEITO PREDICADO

08. "Anoitecia silenciosamente. " Nesta oração temos: a) Sujeito simples b) Oração sem sujeito.

08. "Anoitecia silenciosamente. " Nesta oração temos: a) Sujeito simples b) Oração sem sujeito. c) Sujeito indeterminado. d) Sujeito oculto. "Anoitecia silenciosamente. " Quem? Não tem resposta FENÔMENO NATURAL DENOTATIVO

09. "Será muito cedo? " "Como está calor!" Quais são os sujeitos destas orações?

09. "Será muito cedo? " "Como está calor!" Quais são os sujeitos destas orações? a) Orações sem sujeito. b) cedo / calor. c) muito / Como. d) Será/ Como. "Será muito cedo? " Quem? Não tem resposta RELAÇÃO COM O TEMPO "Como está calor!" Quem? Não tem resposta RELAÇÃO COM O CLIMA

10. Qual o tipo de sujeito desta oração: "Fazia um calor infernal no sertão.

10. Qual o tipo de sujeito desta oração: "Fazia um calor infernal no sertão. " a) Sujeito indeterminado b) Oração sem sujeito. c) Sujeito simples d) Sujeito oculto. "Fazia um calor infernal no sertão. " Quem? Não tem resposta RELAÇÃO COM O CLIMA

11. Defina o tipo de sujeito desta oração: "Faz dez anos que cheguei aqui.

11. Defina o tipo de sujeito desta oração: "Faz dez anos que cheguei aqui. " a) Sujeito oculto. b) Sujeito simples. c) Sujeito indeterminado. d) Oração sem sujeito. 12. Defina o tipo de sujeito desta oração: "Seriam quatro horas da tarde. " a) Oração sem sujeito. b) Sujeito indeterminado. c) Sujeito oculto. d) Sujeito composto. Quem? Não tem resposta RELAÇÃO COM O TEMPO

13. "Aqui não me cheira bem". Neste exemplo temos uma oração sem sujeito, pois:

13. "Aqui não me cheira bem". Neste exemplo temos uma oração sem sujeito, pois: a) Não há sujeito simples. b) Não há um sujeito possível, agente da ação. c) Não há um sujeito composto. d) Nenhuma das anteriores. 14. "Já deve passar de dois anos. " Qual é o tipo de sujeito? a) Sujeito oculto. b) Sujeito indeterminado. c) Sujeito simples. d) Oração sem sujeito. Quem? Não tem resposta RELAÇÃO COM O TEMPO

15. "Nunca ninguém acariciou uma cabeça de galinha. " Qual é o sujeito e

15. "Nunca ninguém acariciou uma cabeça de galinha. " Qual é o sujeito e o tipo de sujeito desta oração? a) Nunca ninguém / composto. b) Ninguém / simples. c) Ninguém /indeterminado. d) Nunca / simples. "Nunca ninguém acariciou uma cabeça de galinha. " Quem? DETERMINADO NINGUÉM EXPRESSO NA FRASE