20052021 1 O QUE O CBA O CBA

  • Slides: 24
Download presentation
20/05/2021 1

20/05/2021 1

O QUE É O CBA? O CBA é um CENTRO TECNOLÓGICO, voltado para a

O QUE É O CBA? O CBA é um CENTRO TECNOLÓGICO, voltado para a promoção da inovação tecnológica a partir de processos e produtos da biodiversidade amazônica, por meio de ações integradas com Universidades e Centros de pesquisa, do setor público e privado, fomentando um ambiente favorável a inovação em toda cadeia produtiva.

MISSÃO Promover a inovação tecnológica de processos e produtos, incentivando e criando as condições

MISSÃO Promover a inovação tecnológica de processos e produtos, incentivando e criando as condições básicas para apoiar o desenvolvimento das atividades industriais baseadas na exploração sustentável da biodiversidade amazônica. VISÃO Ser um centro de referência internacional em biodiversidade, biotecnologia e bioindústria, compromissado com agregação de valor à biodiversidade da Amazônia.

BREVE HISTÓRICO CBA 2005 – O Projeto CBA passou a integrar formalmente a Política

BREVE HISTÓRICO CBA 2005 – O Projeto CBA passou a integrar formalmente a Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE) do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior – MDIC. 1999 – Deu início a construção do CBA , sendo inaugurada em 12/2002. 2008 – Foi instituído um comitê Interministerial CICBA, formado por seis ministérios para propor um modelo de Gestão para o Centro, coordenado pelo do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior – MDIC. 2014 – A SUFRAMA com a coordenação do MDIC, é responsável pela execução e administração do CBA. 2002 – A SUFRAMA fica responsável diretamente, pela implementação , estruturação e coordenação pela portaria n° 211 do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior – MDIC. 1998 – O CBA foi criado no âmbito do PROBEM (Programa Brasileiro de Ecologia Molecular para o Uso Sustentável da biodiversidade amazônica). por três Ministérios: Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior – MDIC, Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT, Ministério do Meio Ambiente – MMA. 2015 – A SUFRAMA FIRMA ACORDO DE PARCERIA CONSOLIDADO ATRVÉS DO TERMO DE EXECUÇÃO N° 001, DE 16/06/2015.

DIRETRIZES DE ATUAÇÃO DO CBA BIOTECNOLOGIA BIOINDÚSTRIA BIODIVERSIDADE OBJETO: ATUAÇÃO CONJUNTA DO MDIC, DA

DIRETRIZES DE ATUAÇÃO DO CBA BIOTECNOLOGIA BIOINDÚSTRIA BIODIVERSIDADE OBJETO: ATUAÇÃO CONJUNTA DO MDIC, DA SUFRAMA E DO INMETRO COM O OBJETIVO DE CONSOLIDAR O CBA COMO UMA INFRAESTRUTURA DE ALTA CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA VISANDO O DESENVOLVIMENTO DA BIOTECNOLOGIA NA AMAZÔNIA E SOBRETUDO SEU APOIO À GERAÇÃO DE INOVAÇÃO NO SETOR PRODUTIVO BRASILEIRO QUE ATUA NA ÁREA DE BIOTECNOLOGIA. PREMISSAS DO PROCESSO: • Foco no desenvolvimento tecnológico e inovação; • Atendimento às necessidades empresariais para o desenvolvimento de produtos de base tecnológica; • Prestação de Serviços Técnicos, científicos e laboratoriais à iniciativa privada; • Planejamento para que o CBA torne-se sustentável financeiramente.

INFRAESTRUTURA FÍSICA DO CBA Área Total Construída de 12. 000 m 2, para: ü

INFRAESTRUTURA FÍSICA DO CBA Área Total Construída de 12. 000 m 2, para: ü 25 laboratórios para pesquisa e desenvolvimento de produtos e processos ü 01 Central de Produção de Extratos ü 01 Planta Piloto de Processos Industriais ü 01 Incubadora de Empresas de Base Tecnológica ü 01 Biotério ü 01 Show Room (em fase de Implantação) ü Áreas de Apoio ao Empreendedorismo e Gestão da Inovação ü Áreas administrativas: Alojamento, Refeitório, Almoxarifado, Reagentes e Prédio Central

Administração Refeitório NIB NGN Alojamento

Administração Refeitório NIB NGN Alojamento

LABORATÓRIOS Coordenação de Produtos Naturais Toxicologia e Farmacologia Central Analítica Microbiologia Unidade Tecnológica de

LABORATÓRIOS Coordenação de Produtos Naturais Toxicologia e Farmacologia Central Analítica Microbiologia Unidade Tecnológica de Bioprodutos Unidade de Processo Industrial Produção de Extratos Biologia Molecular Incubadora

QUADRO ATUAL DE COLABORADORES POS DOC/ PHD DOUTORES MESTRES ESPECIALISTAS/ GRADUADOS GRADUANDO/ TÉCNICOS TOTAL

QUADRO ATUAL DE COLABORADORES POS DOC/ PHD DOUTORES MESTRES ESPECIALISTAS/ GRADUADOS GRADUANDO/ TÉCNICOS TOTAL 0 1 0 2 0 03 0 1 2 0 6 09 1 0 3 5 6 15 1 0 2 1 0 04 0 1 1 4 0 06 0 2 0 02 1 0 0 02 NÚCLEO DE GERAÇÃO DE NEGÓCIOS 0 0 0 3 0 03 NÚCLEO DE INFORMAÇÃO BIOTECNOLÓGICA – NIB 0 0 1 1 1 03 ADMINISTRAÇÃO (SUFRAMA) - - - 04 03 05 10 20 13 51 COORDENAÇÕES QUÍMICA DE PRODUTOS NATURAIS CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS FARMACOLOGIA, TOXICOLOGIA E BIOTÉRIO CENTRAL ANALÍTICA MICROBIOLOGIA UNIDADE TECNOLÓGICA DE BIOPRODUTOS BIOLOGIA MOLECULAR TOTAL

COORDENAÇÃO DE FARMACOLOGIA, TOXICOLOGIA E BIOTÉRIO Responsável pelos seguintes laboratórios: Laboratório de Farmacologia Laboratório

COORDENAÇÃO DE FARMACOLOGIA, TOXICOLOGIA E BIOTÉRIO Responsável pelos seguintes laboratórios: Laboratório de Farmacologia Laboratório de Experimentação Animal; Laboratório de Farmacodinâmica; Laboratório de Toxicologia de Medicamentos; e ü Biotério ü ü Antônio José Lapa Objetivo: ü Ensaios da eficácia e segurança de substancias isoladas de extratos de plantas, microorganismos e animais, com atividades medicinais e cosmética. ©

COORDENAÇÃO DE CENTRAL ANALÍTICA Responsável por quatro laboratórios: ü ü ü Laboratório de Química

COORDENAÇÃO DE CENTRAL ANALÍTICA Responsável por quatro laboratórios: ü ü ü Laboratório de Química Analítica; Laboratório de Espectroscopia; Laboratório de Ressonância Magnética; Laboratório de Preparação de Amostras; e Laboratório de Proteínas. Objetivos: Massayoshi Yoshida ü Oferecer, para o público interno e externo, análises espectroscópicas de amostras de substancias químicas orgânicas e inorgânicas; ü Determinar a estrutura química das substancias orgânicas naturais. ©

COORDENAÇÃO DE MICROBIOLOGIA Responsável por três laboratórios: ü Microbiologia ü Fermentação ü Microbiologia de

COORDENAÇÃO DE MICROBIOLOGIA Responsável por três laboratórios: ü Microbiologia ü Fermentação ü Microbiologia de Produtos Acabados Objetivos: Rudi Procópio ü Prospecção da flora microbiológica regional de interesse econômico; e ü Serviços de controle de produtos acabados. ©

COORDENAÇÃO DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR Responsável por dois laboratórios: ü Enzimas microbianas; ü

COORDENAÇÃO DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR Responsável por dois laboratórios: ü Enzimas microbianas; ü Biologia molecular. Tetsuo Yamane Objetivo: ü Determinar a ‘fitogenia’ da biodiversidade; e ü Prospectar enzimas de interesse econômico. ©

COORDENAÇÃO DE QUÍMICA DE PRODUTOS NATURAIS Responsável por quatro laboratórios: ü Laboratório de Química

COORDENAÇÃO DE QUÍMICA DE PRODUTOS NATURAIS Responsável por quatro laboratórios: ü Laboratório de Química de Produtos Naturais; e ü Laboratório de Cromatografia. Objetivos: ü Isolamento e purificação de substâncias de interesse socioeconômico. Dr. Valdir Florêncio da Veiga Júnior ©

COORDENAÇÃO DE CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS Responsável por quatro laboratórios: ü Laboratório de Cultura

COORDENAÇÃO DE CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS Responsável por quatro laboratórios: ü Laboratório de Cultura de Tecidos I (Desenvolvimento de protocolos); e ü Laboratório de Cultura de Tecidos II (Produção comercial de explantes). Objetivos: ü Propagação in vitro, em laboratório, de espécies vegetais de interesse econômico e produção de metabólitos secundários; ü Produção em larga escala de mudas. Ex: Curauá (Ananas comosus var. erectifolius) Dr. ª Simone da Silva ©

UNIDADE TECNOLÓGICA DE BIOPRODUTOS (3) Responsável por três unidades: ü Unidade de Produção de

UNIDADE TECNOLÓGICA DE BIOPRODUTOS (3) Responsável por três unidades: ü Unidade de Produção de Extratos ü Unidade de Processos Industriais ü Unidades Pré-piloto (cosméticos, medicamentos e alimentos funcionais) Objetivo da PPI: üSimulação, em escala semi-industrial, dos processos desenvolvidos nas unidades pré-piloto e em laboratório Objetivo do NPE: üProdução de extratos de espécies de interesse do CBA Objetivo das Unidades Pré-piloto: üSimulação em escala pré-piloto da manipulação de cosméticos, medicamentos e alimentos funcionais. Maria Katherine S. Oliveira ©

NÚCLEO DE GERAÇÃO DE NEGÓCIOS Responsável pelas seguintes áreas: üUnidade de Elaboração e Análise

NÚCLEO DE GERAÇÃO DE NEGÓCIOS Responsável pelas seguintes áreas: üUnidade de Elaboração e Análise e Gestão de Projetos; e üIncubadora de Negócios Objetivos: üGerar negócios por dois mecanismos: o Interação com o setor produtivo; o Gerenciando projetos de desenvolvimento de produtos e processos. üCriação de novos empreendimentos baseados em conhecimento científico e tecnológico.

NÚCLEO DE INFORMAÇÃO BIOTECNOLÓGICA Responsável pelas seguintes áreas: ü Informações para Negócios; ü Gestão

NÚCLEO DE INFORMAÇÃO BIOTECNOLÓGICA Responsável pelas seguintes áreas: ü Informações para Negócios; ü Gestão do Conhecimento; ü Informação Registrada. Objetivo: ü Atender às necessidades de informações que promovam o desenvolvimento dos trabalhos do CBA.

COORDENAÇÕES, LABORATÓRIOS E UNIDADES DE APOIO LABORATÓRIOS, UNIDADES DE APOIO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÕES Microbiologia

COORDENAÇÕES, LABORATÓRIOS E UNIDADES DE APOIO LABORATÓRIOS, UNIDADES DE APOIO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÕES Microbiologia (4) Bioquímica e Biologia Molecular (2) Central Analítica (5) Farmacologia e Toxicologia (5) SITUAÇÃO EM JULHO DE 2015 Qt Descriminação 1 Laboratório de Microbiologia Operando 1 Laboratório de Fermentação Operando 1 Laboratório de Análise Microbiológica de Produtos Operando 1 Unidade de Descontaminação, Lavagem e Esterilização Operando 1 Laboratório de Biologia Molecular Operando 1 Laboratório de Bioquímica Planejamento 1 Laboratório de Espectroscopia Operando 1 Laboratório de Nuclear (RMN) 1 Laboratório de Análises Físico-Químicas Operando 1 Laboratório de Preparação de Amostras e de Ensaio e Calibração Operando 1 Laboratório de Proteínas Em implantação / Previsão para 2º sem 2015 1 Laboratório de Farmacodinâmica Estudos Moleculares 1 Laboratório de Experimentação Animal 1 Laboratório de Farmacodinâmica Segurança Farmacológica e Operando 1 Laboratório de Toxicologia Pré-clínica de Medicamentos Operando 1 Biotério Operando Ressonância Magnética I II e Operando

COORDENAÇÕES, LABORATÓRIOS E UNIDADES DE APOIO LABORATÓRIOS, UNIDADES DE APOIO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÕES Descriminação

COORDENAÇÕES, LABORATÓRIOS E UNIDADES DE APOIO LABORATÓRIOS, UNIDADES DE APOIO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÕES Descriminação Qt Produtos Naturais (4) Produção de Extratos e Planta Piloto de Processos Industriais (2) 1 Laboratório de Produtos Naturais Operando 1 Laboratório de Cromatografia Operando 1 Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais I – Desenvolvimento de protocolos Operando 1 Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais II – Produção comercial de mudas Implantado 5 Viveiros de crescimento Operando 1 Núcleo de Produção de Extratos Operando 1 Planta Piloto de Processos Industriais Operando, porém deve ser ajustado para projetos com necessidades específicas 1 Núcleo de Elaboração, Análise e Gestão de Projetos Operando 1 Incubadora de Negócios Operando 1 Núcleo de Informação Biotecnológica Operando 1 Biblioteca Operando 1 Prédio central Operando 1 Almoxarifado de Reagentes Operando 1 Refeitório Operando 1 Alojamento Operando 1 Museu e Área de Exposição Planejamento 1 Lab. de desenvolvimento de Bioprodutos Em implantação 1 Lab. de Produção de Extratos Em implantação 1 Lab. de Protótipos Em implantação Geração de Negócios (2) Informação Biotecnológica (2) Administração (5) Unidade Tecnológica de Bioprodutos (3) SITUAÇÃO EM JULHO DE 2015

RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS 1998 a 2012 (R$ 1. 000, 00) FONTE (R$ 1. 000, 00)

RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS 1998 a 2012 (R$ 1. 000, 00) FONTE (R$ 1. 000, 00) SUFRAMA MCT + FINEP FAPEAM Iniciativa Privada TOTAL 73. 790, 50 4. 139, 22 15. 283, 84 1. 578, 58 7. 717, 93 102. 510, 07 72, 02% 4, 03% 14, 90% 1, 53% 7, 52% 100, 0%

FINANCIADORES DO CBA COLABORADORES NA ADMINISTRAÇÃO DO CBA FDB

FINANCIADORES DO CBA COLABORADORES NA ADMINISTRAÇÃO DO CBA FDB

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS DO CBA

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS DO CBA

http: //www. youtube. com/watch? v=Hur. BNy. J 959 U

http: //www. youtube. com/watch? v=Hur. BNy. J 959 U